Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Educação

52% dos recifenses são leitores, diz pesquisa nacional

Por: REDAÇÃO PORTAL
De acordo com o levantamento, a maioria dos leitores recifenses são mulheres, pessoas com mais de 40 anos e pertencentes à Classe C
16/09/2020
    Compartilhe:

Os dados são da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil e foi realizado pelo Instituto Pró-Livro e Itaú Cultural. O levantamento dos hábitos de leitura no Brasil, apontam que o país perdeu 4,6 milhões de leitores de 2016 até agora. Essa é a quinta edição desta pesquisa, que foi lançada na última segunda-feira e traz informações específicas sobre os hábitos literários nas capitais do país, incluindo a capital pernambucana.

O levantamento mostra que, 52% dos moradores do Recife são classificados como leitores, o que corresponde a 803 mil pessoas. O resultado considerou quem leu pelo menos um livro, sendo ele inteiro ou apenas partes, nos três meses anteriores à entrevista, realizada em 2019.

Entre as capitais nordestinas, Recife fica em 7º lugar em número de leitores. Em toda a região, a média é de 48%. Confira o Ranking no Nordeste:

1º - João Pessoa (64%)
2º - São Luiz (59%)
3º - Teresina (59%)
4º - Aracaju (58%)
5º - Salvador (57%)
6º - Fortaleza (54%)
7º - Recife (52%)
8º - Natal (48%)
9º - Maceió (37%)

A pesquisa ainda revela que, a maior parte dos leitores é formada por mulheres (51%), pessoas com mais de 40 anos (42%), pertencentes à Classe C (48%). A principal motivação para a leitura é o gosto (23%), seguido de crescimento pessoal (18%) e atualização cultural ou conhecimento geral (18%).

A quantidade livros comprados também foi levada em consideração e ainda é baixa. Entre os entrevistados que se dizem leitores, apenas 24% afirma ter comprado um livro, físico ou digital, nos últimos três meses. 38% dos leitores apontam as livrarias físicas como os locais de compra mais comuns. Já 19%, optaram por ler algum exemplar de forma digital e outros 19% ouviram audiobooks.

Foram ouvidos 350 entrevistados no município e média de livros lidos ao longo de um ano é de 4,88. Segundo os participantes do levantamento o que mais influenciam na hora de escolher um livro são o tema (34%), dicas de professores (13%) e os títulos dos livros (10%). A maior parte dos entrevistados também afirma que se interessou pela leiturta a partir de filmes que foram baseados em livros ou histórias de autores (50%).

Fatores como a falta de tempo nos últimos três meses foi sinalizado por 51% dos entrevistados. Falta de paciência também foi citada por 17% e o cansaço físico apareceu  em 14% das respostas. A pesquisa ainda revelou um triste número. 66% dos recifenses não frequentam bibliotecas e que só 12% foram a algum evento literário, como bienais e feiras de livro, nos últimos 12 meses.

O resultado da pesquisa Retratos da Leitura reforça ainda mais que existe um déficit na formação de leitores em todo o território nacional. Uma das ferramentas para reverter esse quadro localmente é o Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (PELLLB), que entrou em vigor no início de agosto, após aprovação na Assembleia Legislativa de Pernambuco.

O plano estimula a leitura e fomenta atividades em equipamentos culturais geridos pelo Governo Estadual, a criação de bibliotecas móveis e a capacitação de mediadores de leitura.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook