Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Moda

Amarê Fashion irá lançar a marca quilombola Tuya Kalunga durante a Semana de Moda Goiana

Por: REDAÇÃO PORTAL
O evento ocorre entre os dias 29 de agosto e 02 de setembro, no Centro Cultural Oscar Niemeyer

Foto: Maria Helena Serafim, mais conhecida como Tuias, é a fundadora da marca Tuya Calunda. Foto: FR&SH

29/07/2023
    Compartilhe:

Goiânia - Para mulheres e jovens da comunidade Kalunga do Tinguizal, em Monte Alegre de Goiás, a moda se tornou sinônimo de esperança, emancipação e preservação cultural. Com técnicas que resgatam a ancestralidade, a comunidade vê na marca de roupa Tuya Kalunga, que será lançada oficialmente durante a Amarê Fashion - Semana da Moda Goiana, uma oportunidade de não só gerar renda, como também potencializar a visibilidade quilombola. Essa história de afroempreendedorismo será apresentada, juntamente com a marca de roupa desenvolvida por eles, durante os dias 29, 30 e 31 de agosto, 01 e 02 de setembro, no Centro Cultural Oscar Niemeyer. 

 

Com um início um tanto diferente de outras marcas de confecção de vestuário, a Tuya Kalunga começou como um projeto de pesquisa acadêmica, realizada por Maria Helena Serafim e apresentado, em 2017, durante o encontro de pesquisadores quilombolas, organizado pela Universidade Federal de Goiás (UFG). De lá para cá, a Tuya Kalunga se tornou um movimento que ganhou visibilidade, com capacidade de superar os limites da pobreza. 

 

"Com a primeira saia que fiz com retalhos, percebi que ela não seria apenas o meu sonho, mas o sonho de muitas mulheres que estavam ali buscando empoderamento, emancipação e, mais do que tudo, a permanência no nosso território. Ao entender quem eu era, compreendi o que isso envolvia e olhei com os olhos da minha raiz, da minha identidade, para enxergar as possibilidades de poder viver na minha comunidade e usar todo o conhecimento que adquiri", afirma Maria Helena, mais conhecida como Tuia por sua comunidade. 

 

Atualmente a marca Tuya Kalunga é gerenciada por 32 mulheres da Associação de Mulheres da comunidade Kalunga do Tinguizal. Segundo Tuia, elas produzem roupas, acessórios e tapetes, mas a produção é mínima devido à falta de matéria-prima, necessitando ainda criar um processo mais eficiente e profissionalizado. As vendas ainda são feitas pontualmente para pessoas interessadas nesses produtos.

 

Para ajudar no empreendimento e assegurar que seja rentável para o quilombo, a Amarê Fashion irá dar mais visibilidade à marca Tuya Kalunga durante a Semana de Moda Goiana. "Nós teremos um estande com a logo e a apresentação da história da marca, onde as mulheres da Associação poderão contar a sua história. A ideia não é mostrar as peças da marca, mas divulgar a Tuya Kalunga para potenciais apoiadores", ressaltou Thais Oliveira, gestora estadual de moda do Sebrae Goiás. A declaração foi feita durante o encontro com o presidente do Sebrae Nacional, Décio Lima, que pode conhecer pessoalmente Tuia e também outros moradores da comunidade quilombola.

 

Ações profissionalizantes 

 

Desde 2022, comunidade Kalunga do Tinguizal tem recebido o incentivo do Sebrae Goiás, por meio do curso Apreender e Empreender Social, da Secretaria da Retomada, com cursos profissionalizantes e doação de 48 máquinas de costuras, além do apoio da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG). 

 

Outras capacitações e consultorias do Sebrae estão previstas ainda para o mês de agosto deste ano para o quilombo. Entre elas estão a realização da oficina Aceleração em Design Autoral, a elaboração do projeto técnico junto ao quilombo do tinguizal que culminará em um ponto de venda físico em Goiânia, e a apresentação da marca Tuya Kalunga na Amarê Fashion.  

 

Amar é

 

Nesta edição, além de desfiles, exposições, rodadas de negócios, palestras, talks, atrações artísticas, a Semana de Moda Goiana terá um programa voltado para causas sociais e sustentabilidade: o Amar é. O curso realizado pelo Sebrae Goiás com as tuyas e a apresentação da marca Tuya Kalunga durante a Semana de Moda Goiana fazem parte desse objetivo social da Amarê. 

 

Para Elaine Moura, gestora estadual do Projeto Território Empreender Nordeste Goiano no Sebrae Goiás, a ideia é apoiar a Associação de Mulheres no desenvolvimento de habilidades empreendedoras. "Buscamos promover o avanço econômico do território, envolvendo lideranças e comunidades locais na construção conjunta de uma agenda de desenvolvimento para a região, visando transformar o território no melhor lugar para se viver e empreender. Na comunidade Kalunga de Monte Alegre temos a Tuia Kalunga como liderança forte. E uma das iniciativas é levá-las para a segunda edição da Amarê Fashion a fim de que elas conheçam o universo da moda a fundo", explica

 

Sobre a Amarê Fashion

 

AMARÊ FASHION – Semana da Moda Goiana, evento realizado pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae Goiás) junto com os parceiros do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e Governo de Goiás. Evento tem como objetivo fortalecer os negócios da moda goiana, consolidando o Estado de Goiás como importante polo criador de moda no Brasil. Carregado de referências, ao mesmo tempo regionais e cosmopolitas, a AMARÊ FASHION se prepara para a sua 2ª edição.

 

Amarê Fashion 2022 em números: R$ 29,3 milhões estimados em negócios; 454 oportunidades de negócios (reuniões); 85 empresas participantes; comitivas da Austrália, Itália e Estados Unidos; presença de três tradings com atuação internacional, e de empresários dos estados brasileiros Alagoas, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Distrito Federal.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook