Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Esporte

Ary Borges entra para a história da Copa do Mundo Feminina da Fifa 2023. Brasil goleia 4 x 0 sobre Panamá

Por: Carlos SIERRA

Foto: Fifa / fifa.com

24/07/2023
    Compartilhe:

Meia marca de 3 gols na vitória por 4 a 0 sobre o Panamá: é o primeiro hat-trick de um estreante em Copas pela Seleção, entre homens e mulheres.

Ary Borges começou a se apresentar para o planeta.

Em seu primeiro jogo da Copa do Mundo FIFA Feminina , a meio-campista de 23 anos foi o grande destaque do Brasil  na goleada 4 por  0 sobre o Panamá. Com um hat-trick e ainda uma assistência, todos os gols da Seleção passaram pelos pés do maranhense, que se sentiram em casa.

- Ao vivo e de graça: assista aos jogos da Copa do Mundo Feminina 2023 no FIFA+ “Esperei muito por esse momento, é um sonho poder estar aqui, jogar uma Copa do Mundo. É realmente um dos melhores dias da minha vida.

E que jornada: é a primeira vez na gloriosa história da Seleção Brasileira, entre homens e mulheres, em que um estreante balança a rede três vezes. Foi como se Adelaide tivesse virado, por 90 minutos, um pedaço da várzea de São Luís, na região Nordeste do Brasil, onde Ary nasceu e cresceu. Foi na "maré seca" da cidade que ela aprendeu muito sobre a vida e o futebol.

Ela só pôde viver com os pais aos 10 anos de idade. Quando ela ainda era muito jovem, eles se mudaram para São Paulo -- a cidade com o maior PIB do país --, em busca de melhores condições para a família. Ary ficou em sua terra natal e foi criado por sua avó em boa parte da infância.

Ao se juntar finalmente aos seus pais em São Paulo, o futebol tratou de reaproximar a família. O sonho de ser jogadora foi um combustível para eles e logo detectado pelo pai de Ary, Dino que rodou a metrópole até encontrar um clube em que seu talento pudesse se desenvolver de modo apropriado.

 

O Centro Olímpico -- um time municipal voltado ao trabalho com atletas jovens -- foi seu primeiro contato com um futebol organizado. Depois que ela passou pelo Sport Recife, São Paulo, o Palmeiras deixou o país em dezembro do ano passado rumo ao Racing Louisville FC, dos Estados Unidos.

Uma trajetória cheia de encontros e despedidas, que cruzou, em Adelaide, com a história da Copa do Mundo.

"Muita emoção de lembrar de tudo que eu fiz para poder estar aqui, hoje foi um dia de misto de sentimentos, fiquei feliz, chorei, lembrei da minha família, de onde eu vim, poder estar aqui é um sonho", disse ela ainda no gramado, se emocionando.

 

A benção da Rainha

Ary Borges nunca escondeu que Marta sempre foi sua maior referência no futebol. Há alguns anos, um jovem realiza o sonho de jogar ao lado de sua grande heroína. Mas não imaginava que fosse viver algo tão grande ao lado dela.

Depois de derrubar algumas escritas da própria Marta, Ary deixou o campo para dar lugar à Rainha . O longo abraço entre as duas representou mais do que uma substituição, mas, também, uma aprovação: foi um jogo à altura e ao gosto de Marta.

"Fazer três gols em uma estreia não é fácil, ela foi abençoada. Ela fez três gols e uma assistência, quase quatro, né? Ela foi muito feliz, eu tive a honrada de entrar no lugar dela, fiquei até mais tranquila," destacou a lendária camisa 10.

 

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook