Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Política

Candidatura do PSL no Recife vai muito além do que eleição na Capital

Por: REDAÇÃO PORTAL
O reforço à candidatura de Jorge Federal (PSL) a prefeito em Olinda, é uma das repercussões da decisão do partido no Recife

Foto: Reprodução internet

29/08/2020
    Compartilhe:

O fato novo surgido nessa sexta-feira (28), com o Partido Social Liberal (PSL) também entrando na disputa pela prefeitura do Recife, esconde muito mais desdobramentos do que demostra no primeiro momento.

O balde de água gelada jogado pelo ex-partido do presidente da República na já tão dividida oposição da capital pernambucana, repercutirá em vários outros aspectos que vão muito além do que apenas na eleição do Recife.

Luciano Bivar, presidente nacional do PSL, anunciou que o nome escolhido para disputar o pleito foi o do advogado Carlos Andrade Lima. 

O pré-candidato atua como advogado na área privada desde 2004. Uma pessoa nova na política, sem máculas e bem quisto na sociedade. Filiou-se ao PSL em março deste ano e concorrerá a um cargo eletivo pela primeira vez. “Fiquei lisonjeado com o convite. Estou animado com a candidatura e para colocar as nossas ideias em prática”, ressaltou Carlos Andrade Lima.

A notícia caiu como uma bomba na oposição, que a menos de três meses da eleição ainda bate cabeça em torno de muitos projetos indiividuais dos partidos, sem vislumbrar nehuma possibilidade de unidade.

Cabe lembrar que a “briga” do PSL com o presidente da Repúbica, então seu maior líder, começou quando o partido foi exposto a denúncias de supostas candidaturas “laranja” de mulheres na eleição de 2018.


Pois bem, agora PSL e Bolsonaro estão “namorando” novamente e o presidente já sinalizou que não apoiará ninguém nestas eleições municipais de 2020.


Sigamos.

Bivar “deve” ao PSB sua ascensão ao cargo de deputado federal em 2015.  Na eleição de 2014, ficou na suplência e assumiu após o governador Paulo Câmara (PSB) “puxar” para uma secretaria o deputado Kaio Maniçoba (MDB).

A entrada na disputa de mais um candidato no campo das oposições, pode beneficiar o caminho do candidato do governo, o deputado federal João Campos (PSB).


A participação do PSL no guia eleitoral da TV e do rádio do Recife, com o seu próprio número, reverberará em toda a região metropolitana, onde o partido tem diversos candidatos, alguns com competitividade.

É o caso da cidade de Olinda. O pré-candidato a prefeito do PSL, Jorge Federal, vem ampliando sua inserção na cidade e conquistou um importante apoio com a chegada do Pros. O médico Gustavo Rosas (Pros) será o companheiro na eleição, disputando o cargo de vice-prefeito. A dobradinha deu gás à chapa, que tem sido propagada como a mais “raiz” da cidade.

A eleição de Olinda é tida como prioridade para as cúpulas do PSL e do Pros.

 
Por fim, o PSL tem o segundo maior tempo de televisão e também a segunda maior parte na divisão dos recursos do fundão eleitoral. As mulheres têm direito a 30% do tempo e dos recursos e Bivar, como presidente nacional, define o quanto será aplicado em cada cidade.

Como dizia Shakespeare “há mais coisas entre o céu e a terra do que supõe nossa vã filosofia”.


 

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook