Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Política

CASO DAS JOIAS: PF Realiza hoje 6 Depoimentos Simultâneos para Testar Consistência das Declarações de Mauro Cid e Questionar Bolsonaro e Aliados

Por: Carlos SIERRA
Depoimento de mais de 10 horas de Mauro Cid à PF alimenta expectativas de novas provas no caso em questão.

Foto: Se crê que os valores obtidos dessas vendas foram convertidos em dinheiro em espécie e ingressaram no patrimônio pessoal dos investigados.

31/08/2023
    Compartilhe:

A Polícia Federal (PF) está conduzindo HOJE 30/8 uma série de depoimentos simultâneos em relação ao caso de corrupção conhecido como das joias da Arábia. O Tenente Coronel Mauro Cid, preso atualmente e figura central no caso, prestou um depoimento que se estendeu por mais de 10 horas na última segunda-feira. As especulações estão acesas, com a expectativa de que ele possa ter apresentado novas evidências relevantes. Nesta quinta-feira, a PF está programada para questionar tanto Cid quanto o Presidente Jair Bolsonaro, bem como mais seis indivíduos relacionados ao caso. Vão prestar depoimento:

 

-Jair Bolsonaro: ex-presidente.

-Michelle Bolsonaro: ex-primeira-dama.

-Mauro Cid: ex-ajudante de ordens de Bolsonaro.

-Mauro Lourena Cid: pai de Cid, general da reserva que foi colega de Bolsonaro na Aman.

-Frederick Wassef: advogado de Bolsonaro.

-Fabio Wajngarten: ex-chefe da comunicação do governo Bolsonaro.

-Marcelo Câmara: assessor especial de Bolsonaro.

-Osmar Crivellati: assessor de Bolsonaro.

 

 

O Depoimento de Mauro Cid:

 

O depoimento de Mauro Cid à PF chamou a atenção pela sua duração incomum de mais de 10 horas. Cid é apontado como uma peça-chave no caso e, segundo fontes, acredita-se que ele tenha informações substanciais para compartilhar. Durante o depoimento, é possível que Cid tenha fornecido novas provas ou detalhes que podem arrojar luz sobre os acontecimentos investigados.

 

Expectativas de Novas Provas:

 

A duração excepcionalmente longa do depoimento de Mauro Cid alimenta especulações sobre a possibilidade de ele ter apresentado novas provas ou informações relevantes ao caso. As autoridades e a mídia estão ansiosas para determinar se essas novas evidências podem mudar o rumo das investigações em andamento.

 

A Abordagem da Polícia Federal:

 

Além de Mauro Cid, a PF está programada para interrogar o Presidente Jair Bolsonaro e mais seis pessoas envolvidas no caso. Os depoimentos simultâneos são uma estratégia da PF para comparar as declarações e testar a consistência das falas entre os diferentes envolvidos. Essa abordagem visa a esclarecer contradições ou discrepâncias nas versões apresentadas, fornecendo uma visão mais abrangente dos eventos em questão.

 

Lucas 12:2

 

O inquérito tem relação com a operação da PF que deflagrou sexta-feira (11/8) a Operação Lucas 12:2, que teve como objetivo de esclarecer a atuação de associação criminosa constituída para a prática dos crimes de peculato e lavagem de dinheiro.

Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão, entre cujos alvos estava o ex-advogado de Bolsonaro Frederick Wassef.

A pesar  das informações duvidosas que Frederick Wassef tem dado nos últimos dias,  ele  tem indicado a pessoas próximos que irá informar à Polícia Federal (PF) a identidade da pessoa que requisitou a recompra do Rolex dado ao ex-presidente Jair Bolsonaro. As informações são da jornalista Bela Megale, do jornal O Globo.

Os investigados são suspeitos de utilizar a estrutura do Estado brasileiro para desviar bens de alto valor patrimonial, entregues por autoridades estrangeiras em missões oficiais a representantes do Estado brasileiro, por meio da venda desses itens no exterior.

Se cree que os valores obtidos dessas vendas foram convertidos em dinheiro em espécie e ingressaram no patrimônio pessoal dos investigados, por meio de pessoas interpostas e sem utilizar o sistema bancário formal, com o objetivo de ocultar a origem, localização e propriedade dos valores.

 

À medida que a Polícia Federal prossegue com os depoimentos simultâneos, a atenção do público se volta para as novas evidências que podem emergir e para as possíveis implicações dessas declarações no caso em investigação. A consistência das declarações de Mauro Cid, bem como as respostas de Jair Bolsonaro e seus aliados, serão analisadas atentamente à medida que o caso se desenrola.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook