Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Notícias

Dia da Visibilidade Lésbica: celebrações em todo Brasil, Recife tem atividades.

Por: REDAÇÃO PORTAL

Foto: Conselho Federal de Psicologia (CFP) lança o vídeo “Dia da Visibilidade Lésbica – Psicologia e Arte na defesa dos direitos e contra o preconceito”.. Imagem: Divulgação.

28/08/2023
    Compartilhe:

O Brasil comemora em 29 de agosto o Dia Nacional da Visibilidade Lésbica para relembrar as lutas das mulheres que têm seus direitos de cidadania violados diariamente pelo fato de terem uma orientação sexual fora do padrão heteronormativo.

Para marcar a data e demonstrar o apoio da Psicologia à resistência dessas mulheres, o Conselho Federal de Psicologia (CFP) lança o vídeo “Dia da Visibilidade Lésbica – Psicologia e Arte na defesa dos direitos e contra o preconceito”.

No vídeo, as psicólogas Sandra Sposito (conselheira do CFP) e Bruna Falleiros (conselheira do CRP-SP) falam do papel essencial dos profissionais da Psicologia no combate ao preconceito contra as orientações sexuais e identidades de gênero. “Temos que pesquisar sobre isso, temos que produzir referências, produzir teoricamente e cientificamente e continuar dando visibilidade. Porque quando se precisa tratar da visibilidade é porque essas pessoas permanecem silenciadas e fora do cuidado necessário e as demandas delas não aparecem como deveriam aparecer na sociedade”, explica Faleiros.

Sandra Sposito lembra que a Resolução 01/1999, ao ratificar que as homossexualidades não constituem doença, nem distúrbio, nem perversão, é um marco da Psicologia na defesa dos direitos humanos. “Temos uma grande força de proteção ao preconceito que é a Resolução CFP 01/1999 que impede os profissionais da Psicologia de patologizarem, tratarem e curarem as homossexualidades”.

 

O video...]

O vídeo que acomanha a presente materia, traz ainda depoimentos das atrizes Elisa Lucinda, Éllen Oléria, Gabriela Correa, Luiza Guimarães, Tainá Baldez e Renata Celidonio que formam o elenco do espetáculo L, O Musical, em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil. A peça, dirigia pelo jornalista Sérgio Maggio, que conta histórias de amor entre mulheres lésbicas leva o público a refletir sobre temas muito importantes como lesbofobia e crimes de ódio contra pessoas LGBT.

Nos depoimentos espontâneos, as atrizes falam sobre a importância de abordar esse tema em todos os espaços, incluindo o teatro, para impedir que absurdos como as tentativas de patologiar as homossexulidades se materializem.  “Voltar a classificar a homoafetividade como uma patologia é um retrocesso imenso para a sociedade”, avalia Elisa Lucinda.

 

 

 

Em Recife....

 

Para marcar o Dia da Visibilidade Lésbica, celebrado nesta dia 29 de agosto, a Prefeitura do Recife vai promover uma sessão de cinema ao ar livre. A exibição do documentário pernambucano "Assim como o ar, sempre nos levantaremos", ocorre nessa terça-feira (29), às 18h, no Centro de Referência em Cidadania LGBTI+, na Boa Vista, área central da cidade. Ao término, será realizada uma roda de diálogo com o público presente, mediada por Laleska Santos, coordenadora do Núcleo LBT da Secretaria da Mulher da capital; Irene Freire, gestora do Centro; e Sérgio Pessoa, presidente da Comissão da Diversidade da OAB-PE.

 

O documentário da cineasta pernambucana Clara Angélica coloca em foco a visibilidade de mulheres lésbicas, bissexuais, transexuais e travestis. Além de retratar suas angústias e medos, o longa-metragem mostra - na rotina de suas vidas e nas relações familiares - a resistência, a luta por seus direitos, por suas vidas.

 

A ação da Secretaria da Mulher do Recife faz parte de uma edição especial do projeto CineDelas. A entrada para exibição do documentário é gratuita. O Centro de Referência em Cidadania LGBTI+ está localizado na Rua dos Médicis, 86, Boa Vista. 

 

CINEDELAS - Buscando atuar na prevenção da violência de gênero a partir de uma perspectiva lúdica sobre os direitos das mulheres, o projeto CineDelas, criado em 2022 é realizado pela Secretaria da Mulher em parceria com o Centro Comunitário da Paz (Compaz) Miguel Arraes e o Diretório Acadêmico de Cinema da Universidade Federal de Pernambuco (DACine UFPE). 

 

As sessões mensais, acontecem no Cine Teatro Joana Batista, do Compaz Miguel Arraes, para crianças, jovens, adultas e idosas, compartilhando conhecimentos sobre os direitos das mulheres e serviços da rede de apoio e proteção das mulheres da cidade do Recife. Aliado a isto, estabelece parcerias com cineastas brasileiras, especialmente pernambucanas, valorizando, difundindo e refletindo sobre os seus trabalhos.

 

O projeto já atendeu 320 pessoas, entre sociedade civil e cineastas convidadas para os debates, em 10 sessões, onde foram exibidos 39 filmes curtas-metragens de diversos gêneros cinematográficos.

 

CENTRO LGBTI+ - Na data em que se comemora o Dia Nacional da Visibilidade Lésbica, 29 de agosto, o Centro de Referência em Cidadania LGBTI+ do Recife completa nove anos de existência. O espaço é gerenciado pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos, Juventude e Políticas sobre Drogas, por meio da Gerência de Livre Orientação Sexual (GLOS), e foi criado com a missão de garantir o direito à cidadania para todas as pessoas LGBTI+ do Recife.

 

O Centro LGBTI+ oferece atendimento jurídico, psicológico, assistencial e de orientação e acompanhamento às vítimas e familiares, com suporte de uma equipe multidisciplinar composta por profissionais especializados para cada um.  Além disso, são oferecidos serviços e atendimentos específicos para vítimas de discriminação e violência com base na orientação sexual ou identidade de gênero. Desde a sua criação, o Centro LGBTI+ já realizou mais de 16 mil atendimentos.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook