Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Diversos

Dia do Combate à Poluição

Por: REDAÇÃO PORTAL
A poluição  produz aproximadamente 9 milhões de mortes prematuras a cada ano.

Foto: Dia mundial da prevenção da poluição

14/08/2023
    Compartilhe:

No dia 14 de agosto é comemorado o Dia do Combate à Poluição. A data tem o propósito de conscientizar todos os setores da sociedade, governos e população sobre os efeitos prejudiciais da poluição no meio ambiente e busca incentivar discussões sobre ações efetivas para reduzi-los.

Dentre as várias formas de poluição presentes em nosso meio ambiente, destacam-se a poluição sonora, visual, atmosférica, hídrica e do solo, as quais exercem os maiores impactos negativos na natureza e causam danos significativos à saúde de todas as formas de vida, incluindo os seres humanos. De acordo com dados da Comissão Lancet de Poluição e Saúde, provenientes do Estudo Global de Carga de Doenças, Lesões e Fatores de Risco de 2019, a poluição continua a ser responsável por aproximadamente 9 milhões de mortes prematuras a cada ano.

Diversas questões precisam ser abordadas para lidar com os problemas ambientais e de saúde associados à poluição. O excesso de ruído, desmatamento, a contaminação atmosférica por material particulado através da queima de combustíveis fósseis, bem como o descarte inadequado de resíduos sólidos, são alguns dos principais fatores que merecem atenção, tendo em vista que podem causar diversos problemas de saúde, tais como: irritabilidade, alterações de sono e de humor, estresse, doenças respiratórias, doenças do coração, acidente vascular cerebral (AVC) e câncer. 

Ressalta-se que neste ano, a problemática da poluição causada por plásticos ganhou destaque no evento denominado "O Brasil em busca de Soluções para a Poluição Plástica". Esse evento foi realizado em comemoração ao 50º Dia Mundial do Meio Ambiente .O seu principal objetivo foi aprofundar a discussão acerca das soluções para a poluição plástica tanto em escala global quanto local, e, ao mesmo tempo, fomentar a economia circular, destacando a relevância do reuso e da reciclagem desse material. Além disso, também foi alertado de que a eliminação da poluição por plásticos é uma ação fundamental para preservar a vida e a saúde do meio ambiente.

 

Representante do Pnuma* no Brasil, Gustau Máñez Gomis contou que mais de 400 milhões de toneladas de plásticos são consumidas no mundo e esse material leva mais de 300 aos para se decompor na natureza. “Por isso, e, cada vez mais, tem causado estragos significativos ao meio ambiente e até à nossa saúde. Há micropartículas de plástico sendo encontradas no leite materno, nos pulmões e no sangue. Com o empenho mundial, utilizando das tecnologias que dispomos hoje, é possível que até 2040 consigamos reduzir 80% da poluição plástica no mundo”, pontuou.

 

 

*Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA).

No dia 14 de agosto é comemorado o Dia do Combate à Poluição. A data tem o propósito de conscientizar todos os setores da sociedade, governos e população sobre os efeitos prejudiciais da poluição no meio ambiente e busca incentivar discussões sobre ações efetivas para reduzi-los.

Dentre as várias formas de poluição presentes em nosso meio ambiente, destacam-se a poluição sonora, visual, atmosférica, hídrica e do solo, as quais exercem os maiores impactos negativos na natureza e causam danos significativos à saúde de todas as formas de vida, incluindo os seres humanos. De acordo com dados da Comissão Lancet de Poluição e Saúde, provenientes do Estudo Global de Carga de Doenças, Lesões e Fatores de Risco de 2019, a poluição continua a ser responsável por aproximadamente 9 milhões de mortes prematuras a cada ano.

Diversas questões precisam ser abordadas para lidar com os problemas ambientais e de saúde associados à poluição. O excesso de ruído, desmatamento, a contaminação atmosférica por material particulado através da queima de combustíveis fósseis, bem como o descarte inadequado de resíduos sólidos, são alguns dos principais fatores que merecem atenção, tendo em vista que podem causar diversos problemas de saúde, tais como: irritabilidade, alterações de sono e de humor, estresse, doenças respiratórias, doenças do coração, acidente vascular cerebral (AVC) e câncer. 

Ressalta-se que neste ano, a problemática da poluição causada por plásticos ganhou destaque no evento denominado "O Brasil em busca de Soluções para a Poluição Plástica". Esse evento foi realizado em comemoração ao 50º Dia Mundial do Meio Ambiente .O seu principal objetivo foi aprofundar a discussão acerca das soluções para a poluição plástica tanto em escala global quanto local, e, ao mesmo tempo, fomentar a economia circular, destacando a relevância do reuso e da reciclagem desse material. Além disso, também foi alertado de que a eliminação da poluição por plásticos é uma ação fundamental para preservar a vida e a saúde do meio ambiente.

 

Representante do Pnuma* no Brasil, Gustau Máñez Gomis contou que mais de 400 milhões de toneladas de plásticos são consumidas no mundo e esse material leva mais de 300 aos para se decompor na natureza. “Por isso, e, cada vez mais, tem causado estragos significativos ao meio ambiente e até à nossa saúde. Há micropartículas de plástico sendo encontradas no leite materno, nos pulmões e no sangue. Com o empenho mundial, utilizando das tecnologias que dispomos hoje, é possível que até 2040 consigamos reduzir 80% da poluição plástica no mundo”, pontuou.

 

 

*Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA).

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook