Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Saúde

Em Olinda, profissionais da linha de frente da saúde recebem segunda dose da vacina

Por: REDAÇÃO PORTAL
Município já vacinou mais de mais três mil pessoas dos grupos prioritários contra a Covid-19

Foto: Divulgação

04/02/2021
    Compartilhe:
Nesta quinta-feira (4), a partir das 8h, equipes de vacinadores do Programa Nacional de Imunização de Olinda (PNI) prosseguem com o trabalho de imunização da segunda dose da vacina contra Covid-19, destinada aos profissionais da linha de frente da saúde. O trabalho terá início com as equipes do Centro de Testagem contra Covid, localizado na Avenida Santos Dumont, s/n, Varadouro, antiga Base do SAMU/Olinda.

O trabalho também vai contemplar os profissionais da linha de frente do Hospital Esperança, localizado em Casa Caiada; e da Comunidade Terapêutica de Olinda (Sanatório Psiquiátrico), instalado na Avenida Joaquim Nabuco, no Guadalupe.

Até o momento, o município de Olinda já vacinou 3.222 pessoas de todos os grupos prioritários. A vacinação para os idosos, a partir de 85 anos, está sendo realizada no Shopping Patteo, no bairro de Casa Caiada, através do sistema de drive-thru. No local, os idosos são imunizados no interior do veículo, na área de embarque e desembarque dos motoristas de aplicativos, das 13h às 19h. Ainda no centro de compras, a vacinação acontece no piso L1 (ao lado da Loja Renner), que funciona das 10h às 18h.

O agendamento eletrônico da vacinação continua disponível no site da Prefeitura de Olinda. Ressalta-se, que o idoso estará credenciado pela data de nascimento e, caso não tenha ainda 85 anos, o sistema não permitirá a conclusão do processo. Para preenchimento do credenciamento é preciso o fornecimento de dados pessoais, como CPF, certidão de casamento ou nascimento e um comprovante de residência com menos de três meses da atual data.

Demais Grupos
A Secretaria de Saúde de Olinda aguarda convocação do Governo Estadual para receber as doses de imunização destinada a novos grupos prioritários, conforme recomendações do Ministério da Saúde e SES.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook