Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Política

Envolvido em operação da PF, Guilherme Uchoa Jr. diz acreditar na justiça

Por: REDAÇÃO PORTAL
O deputado estadual foi um dos alvos da operação Mapa da Mina, que investiga esquema criminoso em licitações

Foto: Reprodução internet

12/11/2020
    Compartilhe:

Na Operação Mapa da Mina, deflagrada ontem (12) pela Polícia Federal contra um esquema de desvios de mais de R$ 170 milhões em contratos com órgãos públicos por empresa de segurança comandada pelo tenente Coronel Tercio Ferraz, o nome do deputado estadual pelo PSC Guilherme Uchoa Jr. surgiu como proprietário das casas lotéricas investigadas sob acusação, segundo a PF, por "lavar" o dinheiro desviado pelo esquema.  

As buscas e apreensões foram autorizadas pelo Juiz Federal Cesar Arthur, da 13ª Vara Federal em Pernambuco em decisão que já havia determinado a quebra do sigilo telefônico de vários investigados. O esquema criminoso foi relatado em coletiva da Polícia Federal na tarde de ontem.

No final do dia, o deputado se pronunciou sobre as investigações. Guilherme Uchoa Júnior declarou que não cometeu nenhum ato ilícito. 

De acordo com o parlamentar, as lotéricas são auditadas pela Caixa Econômica Federal, não havendo condições de prática de lavagem de dinheiro. “Meu capital social é de apenas 10%. Jamais atuei como sócio-administrador das Casas Lotéricas”, argumentou.

Segundo ele, as investigações em curso vão constatar sua completa inocência no caso. “Em breve, tudo será devidamente esclarecido, tenho confiança na Justiça”, assegurou.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook