Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Cultura

Frevo e Carimbó se encontram em evento virtual do Paço do Frevo

Por: REDAÇÃO PORTAL
Os dois patrimônios culturais serão discutidos na segunda edição do Observatório Digital do Frevo, na próxima quarta-feira (28)

Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

23/10/2020
    Compartilhe:

Norte e Nordeste se encontram na segunda edição do Observatório Digital do Frevo, Espaço virtual para debates, interlocuções e pesquisas sobre o frevo, cultura popular e temas afins, promovido pelo Paço do Frevo. Com o tema "Frevo, Carimbó e seus saberes compartilhados: Fazer para aprender, aprender para multiplicar", o evento discutirá a transmissão de conhecimentos e o processo de formação do Frevo, expressão cultural genuinamente pernambucana, e do Carimbo, ícone da cultura paraense. 
 
O evento acontece na próxima quarta-feira (28), das 14h30 às 16h30, em sala online. A programação será gratuita e aberta ao público, que também poderá levantar dúvidas e conversar sobre cada expressão. Para participar do debate, é necessária inscrição prévia no link: www.tinyurl.com/frevoecarimbo. Os inscritos receberão um email com link de acesso à sala de debates antes do evento.
 
Para aquecer o debate, as expressões culturais estarão representadas por Isaac Loureiro, pesquisador, ativista das culturas populares amazônicas e membro da Irmandade do Carimbó (PA); e Gil Silva, passista de frevo, professor e fundador do projeto Sertão Frevo, que ensina o passo para crianças do interior de Pernambuco. A mediação do debate será feita por Vanessa Marinho, pesquisadora, historiadora e coordenadora de Conteúdo do Paço do Frevo. 
 
Sobre os Participantes do Observatório Digital do Frevo:
 
Gil Silva
Formado em engenharia Agronômica pela UFRPE, Gil Silva tem 47 anos, dos quais 24 são dedicados ao frevo. Foi aluno do Mestre Nascimento do Passo, estando com ele de 1996 até 2009. Participou do documentário de António Carlos Nóbrega, "Bancas Brasileiras", e fez outros diversos trabalhos com o Frevo. Atualmente mora em Serra Talhada - sertão do estado de Pernambuco - onde desenvolve um trabalho com o frevo chamado "Sertão Frevo", que ganhou em 2020 o prêmio Ayrton de Almeida Carvalho, classificado em primeiro lugar na categoria formação com o trabalho "Reconstruindo Memórias da Nossa Cultura", trabalho este que circulou em diversas escolas do sertão do Pajeú.
 
Isaac Loureiro 
Paraense, 40 anos, pesquisador e ativista das culturas populares tradicionais amazônicas, produtor cultural, consultor técnico na área de gestão cultural, membro da Irmandade do Carimbó de S. Benedito de Santarém Novo/PA, produtor do grupo "Os Quentes da Madrugada", coordenador da Campanha Carimbó Patrimônio Cultural Brasileiro (movimento criado em 2005 pelos grupos e comunidades carimbozeiras do Pará e responsável pelo reconhecimento do Carimbó como patrimônio imaterial brasileiro em 2014), também fez parte do Colegiado Setorial de Culturas Populares e do Conselho Nacional de Política Cultural do Ministério da Cultura de 2010 a 2013. 
 
Vanessa Marinho
Coordenadora de Conteúdo do Paço do Frevo/IDG, mestre em História (UFPE), pesquisadora e educadora, atua em museus desde 2006, com trabalhos sobre Educação Museal, Cultura Afrobrasileira e Patrimônio. Pesquisadora nos INRCs Ursos de Carnaval e Afoxés de Pernambuco, dentre outros projetos.
 
Paço do Frevo - O espaço cultural apresenta-se como um local de incentivo à difusão, à pesquisa, e à formação de profissionais nas áreas da dança e da música, dos adereços e das agremiações do frevo. Ao longo de seis anos, recebeu quase 650 mil visitantes, teve mais de 2 mil alunos formados em suas atividades e promoveu mais de 600 apresentações artísticas. Paço do Frevo é uma iniciativa da Fundação Roberto Marinho, com realização da Prefeitura do Recife e gestão do Instituto de Desenvolvimento e Gestão (IDG). O projeto conta com o patrocínio master do Itaú, apoio cultural do Itaú Cultural e apoio Grupo Globo através do Ministério da Cidadania, por meio da Lei de Incentivo à Cultura.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook