Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Notícias

Fundaj anuncia vencedores do Concurso Nordestino do Frevo

Por: REDAÇÃO PORTAL
As novas composições serão apresentadas ao público em 14 de setembro, no Dia do Frevo, em evento no campus Gilberto Freyre, em Casa Forte, pela Orquestra do Maestro Duda e o Coral Edgard Moraes
25/08/2021
    Compartilhe:

No ano em que os clarins de Momo não soaram pelas ruas do Brasil, a Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) promoveu o Concurso Nordestino do Frevo. A iniciativa dedicada ao ritmo e manifestação reconhecida Patrimônio Imaterial da Humanidade, pela Unesco, foi lançada pela Diretoria de Memória, Educação, Cultura e Arte (Dimeca), da Casa, em fevereiro. Nesta terça-feira (24), a Instituição divulga o nome dos compositores vencedores das principais categorias do certame, autores de dez composições inéditas que deverão dar o tom no próximo Carnaval. São frevos de rua, de bloco, canção e o novo hino para a troça Turma da Jaqueira Segurando o Talo.

“Esse concurso é uma prova de que a nossa cultura segue viva. Estamos muito felizes pelo resultado e por incentivar tantos talentos do Nordeste a criar novas composições e preservar o ritmo que é um dos nossos maiores patrimônios”, comemora o presidente da Fundaj, Antônio Campos, que destaca a importância do fomento ao setor cultural neste momento. Ao todo, R$ 92 mil foram destinados à premiação que alcançou 272 inscrições. O valor será dividido entre os 12 vencedores das seis categorias criadas, com valores de R$ 4mil a R$ 10 mil. As categorias são: Frevo de Rua, Frevo de Bloco, Frevo Canção, Melhor Intérprete, Melhor Arranjo e o Hino da Turma da Jaqueira Segurando o Talo.

As composições selecionadas fazem em sua maioria alusão ao ritmo e sua relevância na festa popular e em seu estado de origem, Pernambuco. Exemplo disso é o frevo canção “O Amor do Folião”, composição do recifense Carlos José Ferreira de Lima. Nela, o eu-lírico do compositor é o próprio ritmo. “Eu sou/ eu sou o frevo/ alegro o Carnaval/ no meio da folia/ eu sou o tal/ sou quente e fascinante/ transmito energia/ sou pernambucano/ patrimônio e magia”, reclamam os primeiros versos. Há também a letra-manifesto do frevo de bloco “Martelo”, do também recifense Rafael Marques dos Santos. “Minha voz se levanta/ meu canto anuncia a festa”, diz.

O abolicionista Joaquim Nabuco e o sociólogo Gilberto Freyre são lembrados no hino da troça de Casa Forte. Mas esta não é a única homenagem. Entre as selecionadas da categoria Frevo de Rua, Luciano Magno apresenta “Moraes, Carnaval no Céu”, dedicada ao artista baiano Moraes Moreira, falecido em 2020 e tido como o criador do trio elétrico. Todas as dez composições vencedoras serão apresentadas, em primeira mão, no Dia Nacional do Frevo, 14 de setembro. Na ocasião, a Instituição promove a entrega dos prêmios em evento no campus Gilberto Freyre, em Casa Forte, no Recife.

Os frevos de rua e canção serão executados pela Orquestra do Maestro Duda, que é o homenageado e Diretor Musical do certame. Já os frevos de bloco serão interpretados pelo Coral Edgard Moraes. A data será marcada também por dois outros anúncios: os vencedores das categorias de Melhor Intérprete e o Melhor Arranjo do Concurso Nordestino do Frevo. Os escolhidos receberão R$ 4 mil e R$ 6 mil, respectivamente.

Etapas
O Concurso Nordestino do Frevo foi lançado pela Dimeca em fevereiro deste ano. Ao todo, foram mais de 270 candidatos inscritos de sete estados do Nordeste do Brasil. Pernambuco foi o estado que liderou o número de inscrições, com 256. A categoria que recebeu mais composições foi Frevo Canção (92), seguida por Frevo de Bloco de Frevo de Rua, com 79 cada, e o novo hino da Turma da Jaqueira Segurando o Talo, com 19 obras.

No último dia 10, a Fundaj divulgou os 40 pré-selecionados. Todas as etapas contaram com divulgação no Diário Oficial da União. A Comissão Julgadora é composta por Edson Silva e Lino Madureira, servidores da Fundaj, Renato Phaelante, ex-servidor da Instituição, e pelos maestros Ademir Araújo e Edson Rodrigues.Os recursos referentes ao Concurso podem ser solicitados pelo e-mail [email protected] até 29 de agosto.

Vencedores (*)
Frevo de Rua
1º Caceteiro - José Michiles da Silva/ Cesar Michiles de Assunção
2º Moraes, carnaval no céu - Luciano Magno Costa Tenório
3ºTrês amores - Clenio Martinho Barbosa de Lima

Frevo de Bloco
1º É fantasia - Getulio de Souza Cavalcanti
2º Boêmio Sentimental - Alexandre Rodrigues de LIma/Heleno Batista
3º Martelo - Rafael Marques dos Santos

Frevo Canção
1º Frevo rei - José Marcos de Lima
2º O amor do folião - Carlos José Ferreira de Lima
3º Biscuit de elefante - João Eduardo Faria de Araújo/Fátima Maria Gomes de Castro

Hino da Turma da Jaqueira Segurando o Talo
1º Turma da Jaqueira, segurando o talo - Rogério Rangel do Rego Barros

(*) As categorias Melhor Intérprete e Melhor Arranjo serão decididas pela Comissão Julgadora no momento da apresentação, em 14 de setembro, quando será celebrado o Dia do Frevo.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook