Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Saúde

Gestantes, puérperas e crianças começam a receber vacina contra gripe no Recife

Por: REDAÇÃO PORTAL
A imunização está acontecendo em mais de 150 unidades de saúde da Prefeitura do Recife. Além disso, três parques da cidade também são locais para vacinação

Foto: Richardson Martins/SESAU-PCR

12/04/2021
    Compartilhe:

A Prefeitura do Recife começou, nesta segunda-feira (12), a imunizar as pessoas dos grupos prioritários da primeira fase da Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza (gripe). Neste primeiro momento, estão sendo vacinadas as crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes e puérperas (mães no pós-parto - até 45 dias). Por orientação do Ministério da Saúde, esta fase também terá uma segunda etapa, quando serão vacinados os trabalhadores da saúde.

A dona de casa Rebeca Arruda, que mora na comunidade do Pilar, foi à Upinha da área pegar um medicamento, e, como estava com o filho, Humberto Júlio, de quatro anos, já saiu da unidade com ele vacinado. "Sempre venho aqui para pegar meu remédio, aí quando cheguei hoje disseram que ele tinha que tomar a vacina de gripe, então aproveitei", disse. Quem também compareceu foi Ana Paula Leite, que foi levar o filho, Antony Samuel, de quatro anos, para tomar a vacina. Além dele, ela também recebeu a dose, já que teve bebê há trinta dias. "O agente comunitário de saúde disse que era para eu trazer ele, mas quando cheguei disseram que eu também podia. É bom porque já aproveitei", disse Ana Paula.

A estratégia da Prefeitura do Recife é descentralizar os locais de vacinação, para não gerar aglomerações, por isso, a vacinação de gripe está acontecendo em 153 unidades da Secretaria de Saúde, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Além disso, há também três parques da cidade onde está ocorrendo a vacinação: Sítio Trindade, em Casa Amarela; Parque 13 de maio, na Boa Vista; e Parque Dona Lindu, em Boa Viagem. Durante a semana, a imunização nestes locais acontece das 8h às 17h, já aos sábados e domingos, acontecerá das 7h às 19h.

"A gente pede que as pessoas que fazem parte do público-alvo compareçam até alguma unidade de saúde, ou até um dos três parques, para receber a imunização. É importante que a população saiba que a vacina contra gripe é tão importante quanto a de covid, porque a influenza também é uma doença que pode se agravar, levando até o óbito", alerta a secretária de Saúde do Recife, Luciana Albuquerque.

Este ano, em função da vacinação contra a covid-19, os idosos a partir de 60 anos serão imunizados na segunda fase da Campanha, que começa no dia 11 de maio e segue até 8 de junho. Os professores também serão contemplados nesta fase.

Já no período de 9 de junho a 9 de julho, poderão ser imunizadas as pessoas com comorbidades, deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de Transporte Coletivo Rodoviário Passageiros Urbano e de Longo Curso; trabalhadores portuários, profissionais das Forças de Segurança e Salvamento e Forças Armadas; funcionários do Sistema de Privação de Liberdade; população privada de liberdade; e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas. É importante destacar que, mesmo com o início de uma nova etapa, as pessoas incluídas nos grupos anteriores podem continuar recebendo a vacina da mesma forma.

Por recomendação do Ministério da Saúde, a vacina contra a covid-19 deve ser priorizada e, por isso, é indicado que as pessoas dos grupos elegíveis concluam o esquema vacinal antes de receber a vacina contra influenza. Sendo assim, os idosos a partir de 60 anos e os trabalhadores da saúde só devem ser imunizados contra a gripe 14 dias após tomarem a vacina contra covid.

A vacina contra a gripe não tem eficácia contra o novo coronavírus, mas a imunização vai ajudar os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para covid-19, já que alguns dos sintomas são parecidos com os da gripe. O objetivo é reduzir as complicações, internações e a mortalidade decorrentes das infecções provocadas pelos vírus Influenza, e também desafogar os serviços de pronto atendimento.

Composta por vírus inativado, a vacina protege contra os três tipos de vírus que mais circulam no hemisfério sul: Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2).

LOCAIS DE VACINAÇÃO – Com o objetivo de evitar aglomerações, a Prefeitura do Recife disponibilizará no aplicativo Conecta Recife uma ferramenta para que a população possa identificar qual a unidade de saúde mais próxima da localização do usuário. Dessa forma, é possível desafogar os locais de vacinação que normalmente concentram uma maior quantidade de pessoas. O app Conecta Recife está disponível gratuitamente na PlayStore, para Android, e AppStore, para quem utiliza o sistema iOS.

DOCUMENTOS - Para agilizar a vacinação, a Secretaria de Saúde do Recife recomenda que os usuários levem um documento de identificação, a carteira de vacinação e o cartão SUS (se tiverem esses dois últimos). Parte do público-alvo precisa apresentar também documentos que provem a necessidade da imunização. Os profissionais das redes públicas e privadas de saúde, por exemplo, devem levar comprovantes laborais, como crachás ou carteira de trabalho

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook