Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Entretenimento

"Hit Parade", série original criada por André Barcinski e dirigida por Marcelo Caetano, chega ao 2º. Episódio no Canal Brasil

Por: REDAÇÃO PORTAL
Atração tem como pano de fundo os bastidores da indústria fonográfica brasileira dos anos 1980 O episódio 2, que vai ar nesta sexta-feira, aborda os falsos gringos da indústria musical brasileira

Foto: Wilssa Esser

27/05/2021
    Compartilhe:

Nesta sexta-feira (28/05), às 22h30min, será exibido o segundo episódio da “Hit Parade”, série original do Canal Brasil, criada por André Barcinski e dirigida por Marcelo Caetano. No episódio intitulado “Terry Holiday”, Simão e Lídia decidem abrir a gravadora Sensacional Discos para rivalizar com o poderoso Missiê Jack. Ambos contam com a ajuda do imitador de vozes Onésio e de uma advogada falida Silvana.

Entre os primeiros lançamentos da Sensacional está um "falso gringo" - a versão brasileira e fake do cantor pop sueco Terry Holiday. E se o telespectador preferir ‘maratonar’ a série, é possível fazê-lo pelo Now, pois todos os episódios estão disponíveis para assinantes da Claro TV.

A série que teve sua estreia em 21/05 tem sua trama centrada na trajetória dos produtores musicais Simão (Tulio Starling) e Lídia (Bárbara Colen, atriz de “Bacurau”), que enfrentam   Missiê Jack (Robert Frank). Ambientada na década de 80, a série conta ainda com Nash Laila, Odilon Esteves e com as participações de Maria Alcina, Edy Star e Ovelha.

Simão (Tulio Starling) é um cantor idealista, que tem dificuldades em se estabelecer no mercado fonográfico. Sem dinheiro e sem sucesso, ele é convencido por Lídia (Barbara Colen), sua mulher, a procurar qualquer trabalho e colaborar com as contas da casa. Ele vai até o produtor Missiê Jack, que o convida para criar uma composição para o cantor kitsch Ivanhoé (Edy Star). A música bomba nas paradas musicais, mas a parceria entre compositor e produtor dura pouco. Os métodos de trabalho nada éticos de Missiê frustram Simão, que leva um golpe inesperado do parceiro.

Simão, então, decide abrir sua própria gravadora, a Sensacional Discos, para enfrentar seu desafeto. Se valendo de trapaças e mentiras, os dois iniciam uma guerra para ver quem emplaca mais hits no topo das paradas dos anos 80. Um cantor americano que não fala inglês, um apresentador de tv apaixonado por boy bands, uma cantora sexy que quer ser a nova rainha dos baixinhos. São esses alguns dos personagens que orbitam os 8 episódios da série, que traz um humor “sombrio” e debochado.

O jornalista e criador da série, André Barcinski, revela onde buscou inspiração idealizar “Hit Parade”. "Na música, os anos 80 são vistos como uma época de néon, flúor e canções escapistas e alegres. Mas eu queria mostrar o outro lado daquele período, quando a indústria da música no Brasil era um covil de talentosos oportunistas. A série que Marcelo e eu fizemos trata da luta pelo sucesso em meio a trambiques, traições e enganações em geral. Eu acho um universo fascinante."

A trilha sonora conta com canções originais compostas por novos nomes da música brasileira e por Hélio Costa Manso, que foi diretor das gravadoras RGE e Som Livre nos anos 80 e fez sucesso como o falso gringo Steve Maclean. Dos novos nomes, destaque para as composições de Maria Beraldo, Bemti, Caê Rolfsen e Leo Versolato que revisitam o pop oitentista com os olhos de hoje. Hit Parade foi produzida pela Kuarup, gravadora criada em 1977, que, hoje, atua também no audiovisual.
 

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook