Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Notícias

Ipem-PE reprova mais de 100 bombas de combustíveis na Zona da Mata e Agreste

Por: REDAÇÃO PORTAL
Ao todo foram verificados 1020 instrumentos, dos quais 113 apresentaram irregularidades e foram reprovados.

Foto: Divulgação

27/08/2020
    Compartilhe:

No combate às irregularidades em postos de combustíveis, com a finalidade de proteger o consumidor, o Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco (Ipem-PE) realizou, entre os dias 7 e 26 de agosto, uma fiscalização nos postos de combustíveis do Agreste e da Zona da Mata pernambucana.

Ao todo foram verificados 1020 instrumentos, dos quais 113 apresentaram irregularidades e foram reprovados. A Ação faz parte da Operação “olhos de carcará” que tem o objetivo de identificar e reprimir fraudes em bombas de combustíveis, referente a quantidade (volumetria), contra o consumidor praticadas por postos de combustíveis.

De caráter obrigatório, as verificações periódicas são efetuadas anualmente e sempre que o equipamento sofrer um reparo ou manutenção. A verificação da bomba consiste em uma série de procedimentos, a começar pela inspeção visual, onde são verificadas a inscrições obrigatórias, funcionamento, conservação, itens de segurança e selo do Inmetro. Em seguida, iniciam-se os ensaios propriamente ditos, nos quais os fiscais do instituto verificam se existe algum defeito ou adulteração de modo a influir na quantidade de combustível entregue.

De acordo com o Presidente do Ipem-PE, Adriano Martins o órgão vem trabalhando diariamente no combate às fraudes para proteger o consumidor. “Ao abastecer o veículo, o consumidor precisa observar todo o abastecimento e se existe o selo de verificação do Inmetro nas bombas, pois ele é a garantia de que o equipamento passou por verificação do Ipem.”

O consumidor que suspeitar de possíveis irregularidades, pode entrar em contato com a ouvidoria do Ipem, pelo telefone 0800 081 1526 ou através do formulário de denúncia no site www.ipem.pe.gov.br e realizar sua denúncia.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook