Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Notícias

João Campos acompanha ação do programa Todos Pelo Recife no Mercado de Casa Amarela

Por: REDAÇÃO PORTAL
Prefeito visitou equipamento que está servindo como ponto de participação do programa e estimulou população a se engajar. Mais de 3.500 pessoas já ofereceram contribuições. Consulta segue aberta até 13 de junho

Foto: Rodolfo Loepert/PCR

04/06/2021
    Compartilhe:

Uma política pública eficiente precisa ser pautada nas necessidades de quem vive a cidade no dia a dia. Por isso, a Prefeitura do Recife lançou o programa Todos Pelo Recife, uma oportunidade de ouvir a população sobre os serviços públicos municipais e as melhorias necessárias nas mais diversas áreas. Até o momento, 3.512 pessoas já ofereceram suas contribuições, que podem ser feitas através da plataforma Conecta Recife ou nos pontos montados pela gestão na cidade. Nesta quinta-feira (3), o prefeito João Campos esteve pessoalmente no Mercado de Casa Amarela, onde funciona uma dessas estruturas, para ouvir a população. 

"Escutar é essencial para definir o que a gente vai fazer nos próximos quatro anos, como a gente vai guiar o nosso orçamento, as decisões políticas públicas, porque só acerta quem escuta", argumentou o prefeito. "Tudo o que a gente está pegando aqui vai traduzir para o nosso PPA, o Plano Plurianual. Esse é só o nosso primeiro passo de escuta, muitos outros virão. O mais importante é que a gente vai desdobrar isso em ação efetiva para a cidade", garantiu João Campos. 

A consulta segue aberta até o dia 13 de junho pela internet e nos pontos fixos e volantes espalhados em todas as Regiões Político-Administrativas (RPAs). O programa de participação social busca motivar e engajar o cidadão na construção, monitoramento e avaliação de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento da cidade, por meio da participação ativa das pessoas. A iniciativa procura identificar demandas sociais específicas de cada região, bairro e comunidade da cidade, a partir da escuta e participação popular. Para interagir, os cidadãos devem preencher um cadastro, escolher os eixos estratégicos que desejam contribuir, avaliar os serviços e propor soluções. 

A aposentada Maria da Conceição Leandro, de 52 anos, elogiou a iniciativa. "Acho que é muito importante a prefeitura saber o que a população está precisando e isso vai ajudar muito na gestão. É o povo que elege os governantes, então é o povo que precisa ser ouvido", defendeu. 

O porteiro Márcio da Silva, de 37 anos, aproveitou a ida ao Mercado de Casa Amarela no feriado de Corpus Christi para exercer sua cidadania. Avaliou e deu sugestões sobre todas as áreas do governo municipal. "É muito válido esse trabalho para que a prefeitura possa ter a visão das pessoas que vivem nos bairros com relação ao que elas desejam, seja uma melhoria, um calçamento, uma acessibilidade. Espero que isso sirva de exemplo para outras gestões", disse. 

Os eixos estratégicos do programa Todos Pelo Recife são: Assistência Social e Garantia de Direitos; Economia, Trabalho e Empreendedorismo; Educação; Gestão Urbana e Espaços Públicos; Gestão, Tecnologia e Inovação; Infraestrutura e Mobilidade Urbana; Meio Ambiente, Sustentabilidade e Proteção Animal; Saúde; Segurança Cidadã; Turismo, Esportes e Lazer e Cultura. Todas as contribuições auxiliarão a Prefeitura do Recife na construção do Plano Plurianual (PPA) 2022/2025, que, pela primeira vez na história do Recife, será realizado de forma colaborativa. As sugestões passarão por um processo de tratamento de dados para que sejam incorporadas ao documento, que será remetido à Câmara Municipal de Vereadores no final do mês de setembro.

Além da possibilidade de participar pela internet, a população também dispõe de pontos fixos e volantes em locais de grande circulação da cidade. Nesses pontos, a Prefeitura do Recife montou tendas com totem e equipes treinadas para auxiliar os cidadãos no preenchimento das informações. Essas estruturas estão localizadas nos mercados de São José (São José), de Beberibe (Beberibe) e de Casa Amarela (Casa Amarela), na Academia da Cidade de Roda de Fogo (Roda de Fogo), na Praça Largo da Paz (Afogados), no Shopping Center Recife (Boa Viagem) e na Praça do Jordão e funcionam das 8h às 16h. A gestão municipal também montou um cronograma de escutas interativas em diversos bairros e comunidades do Recife, com agentes comunitários munidos de tablets e celulares para ajudar a população no preenchimento dos dados.

MAIS AÇÕES - Ainda dentro desse escopo de participação social do programa Todos Pelo Recife está a primeira reunião do Conselho Estratégico de Desenvolvimento Econômico e Social do Recife (CEDES/Recife). O colegiado, instituído pelo prefeito João Campos em março deste ano, assume fundamental importância no processo de escuta e de troca de ideias para formulação de políticas públicas que venham a promover o desenvolvimento econômico, a garantia da proteção social e o combate às desigualdades.

A segunda fase do Todos Pelo Recife está programada para ser realizada no segundo semestre deste ano com o lançamento da Central de Atendimento, que unificará o atendimento ao público de todas as frentes de trabalho relacionadas à zeladoria da cidade. E, na programação do próximo ano, está a realização dos Seminários Todos Pelo Recife para a formulação do Orçamento Cidadão. Também para o ano de 2022 está programado o lançamento do Observatório do Recife.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook