Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Notícias

Malha viária do Sertão do Pajeú recebeu mais de R$90 milhões em investimentos do Estado

Por: REDAÇÃO PORTAL
A secretária de Infraestrutura Fernandha Batista destaca que o Estado vem dedicando esforços para elaboração de projetos para a reconstrução de outras estradas no Moxotó e Pajeú.

Foto: Reprodução Internet

12/04/2021
    Compartilhe:

O Governo de Pernambuco vem atuando para executar obras para reconstruir a malha viária do Estado, em sua maioria implantada entre as décadas de 70 e 80. Somente no Sertão do Pajeú estão sendo realizados, dentro do Programa Caminhos de Pernambuco, coordenado pela Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos, investimentos que superam de R$ 90 milhões.

A primeira etapa da reconstrução da PE-275 vai até o distrito de Albuquerque Né, em Sertânia, e está prevista para ser entregue neste mês de abril. Na localidade, os serviços são executados pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e contemplam a nova sub-base, base e a camada superficial do pavimento e sinalização. Em ritmo avançado estão as obras de reconstrução do segundo segmento dessa via, indo até a localidade de Jabitacá, em Iguaraci. Os 75 quilômetros da rodovia, que é o grande eixo rodoviário de ligação entre os sertões do Moxotó e Pajeú, cortando 18 localidades, serão completamente requalificados ao investimento de R$ 56 milhões, passando por Sertânia, Iguaraci, Tuparetama, São José do Egito e Brejinho.

“A expectativa é que esse traçado seja concluído e beneficie mais de 560 mil moradores da região, com o encurtamento do tempo de viagem e facilitando a logística para o escoamento da produção local, explica a secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista. A gestora ressalta que o trabalho nesta estrada é estratégico para levar desenvolvimento econômico e social ao Alto do Pajeú.

Os serviços de restauração também chegaram na PE-337, em Flores. As obras na via foram iniciadas este mês e vão abranger 41,7 quilômetros, indo do distrito de Sítio dos Nunes até a divisa com a Paraíba. Com recurso estimado em R$ 26 milhões, a intervenção do Programa Caminhos de Pernambuco facilitará a locomoção de 50 mil moradores do município e de regiões do entorno. Nessa rodovia, a previsão é que as ações sejam realizadas em até um ano. As obras geram mais de 200 empregos diretos e indiretos e movimentam a economia local.

A secretária Fernandha Batista destaca que o Estado vem dedicando esforços para elaboração de projetos para a reconstrução de outras estradas no Moxotó e Pajeú. “Conforme previsto no planejamento do Programa, está em elaboração o maior número de projetos para requalificação de rodovias que já se viu no Estado, contemplando somente nessa região e do Sertão do Moxotó vias como a PE 265 (Sertânia), PE 264 (São José do Egito), PE 336 (Ibimirim/Inajá) e a PE 365 (Serra Talhada/Triunfo), que somam mais de 138,2 quilômetros de extensão. Essas obras são bastante aguardadas pela população, pois, há pelo menos duas décadas, as vias apresentam um grau de degradação avançada. E, mesmo em um cenário de crise financeira, o governador Paulo Câmara está priorizando investimentos na região”, completa a titular da pasta.

Ainda no sertão, estão em obras a implantação da VPE 674 – Araripina, a PE 635 (Afrânio/Dormentes). E em fase de contratação as obras das PEs 576 (Trindade/Ipubi) e PE-550 (Santa Maria da Boa Vista).

Ações propostas pelo Programa acontecem em todas as regiões. Atualmente, trabalhos estão em andamento na segunda etapa da PE-166 (Belo Jardim/Brejo da Madre de Deus); na PE-088, (acesso a João Alfredo e sua interligação com o município de Salgadinho); PE-193 (Capoeiras/Caetés), além do acesso a Machados. No agreste as próximas contempladas serão as PEs 270 (Arcoverde/Águas Belas) e a 45 (Escada/Vitória).

Já na Região Metropolitana do Recife, por exemplo, um dos focos de ação é a PE-15 e a PE 18, que serão requalificadas. A expectativa é que as intervenções nessas vias sejam iniciadas no segundo semestre deste ano.

CAMINHOS DE PERNAMBUCO – É considerado o maior programa de reestruturação da malha viária lançado pelo Governo de Pernambuco em maio de 2019. Atualmente, a iniciativa investe cerca de R$ 220 milhões em ações viárias, sendo R$ 74,9 milhões em intervenções já concluídas, R$ 147 milhões para obras em andamento e aproximadamente R$ 65 milhões em serviços de manutenção rotineiras, executados por meio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

Em 2020, foram entregues obras que contribuem para o fortalecimento a economia do Estado e melhoraram a vida das pessoas. Entre as intervenções, estão as obras da PE-460, no acesso a Conceição das Crioulas, em Salgueiro; a primeira etapa da implantação do pavimento da VPE-119, em Sapucarana; a primeira fase da reconstrução da PE-166, em Belo Jardim; a implantação e pavimentação da VPE 240, em Rainha Isabel; e o acesso a São Benedito do Sul.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook