Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Esporte

Milena Titoneli faz bela campanha, mas perde decisão do bronze no taekwondo nos Jogos de Tóquio

Por: REDAÇÃO PORTAL
Atleta do Time Ajinomoto disputou quatro lutas até chegar na disputa de medalhas, porém não superou a experiente Ruth Gbagbi, que ficou em 3º no Rio, em 2016

Foto: Gaspar Nóbrega/COB

26/07/2021
    Compartilhe:

Faltou pouco para Milena Titoneli, atleta do taekwondo do Time Ajinomoto, conquistar uma medalha em sua primeira participação olímpica. Nesta segunda-feira (26), ela foi derrotada pela marfinense Ruth Gbagbi na disputa do bronze da categoria até 67 kg dos Jogos de Tóquio, por 12 a 8. Milena não conseguiu superar a experiência de Gbagbi, que tem 27 anos e foi medalha de bronze nos Jogos do Rio, em 2016.

Milena Titoneli teve uma campanha de superação em toda competição desde a primeira luta, quando derrotou a jordaniana Julyana Al-Sadeq por decisão dos jurados, após empate em 9 a 9. Na luta seguinte, pelas quartas de final, foi superada por Matea Jelic, da Croácia, cabeça de chave número um do torneio, por 30 a 9. Como a lutadora croata avançou para a decisão do ouro, Milena teve o direito de participar da repescagem, quando derrotou com folga a haitiana Lauren Lee por 26 a 5.

Na disputa do bronze, a brasileira não se intimidou com a experiência de Gbagbi, da Costa do Marfim, e conseguiu equilibrar a luta. Foi para o terceiro e último round perdendo por apenas dois pontos (5-3), mas quando buscava o empate, levou um chute na cabeça, golpe que vale três pontos, e viu a rival africana abrir a diferença que determinou o placar final de 12 a 8.

Após a luta, Milena Titoneli fez um balanço positivo de sua primeira experiência nos Jogos. “Para mim, é surreal estar aqui. Foi a maior experiência que eu tive em minha vida. Superei muita coisa para chegar aqui hoje, foi uma conquista muito grande. Apesar de ter saído sem medalha, estou feliz porque lutei de igual para igual com as melhores do mundo. Agora, é continuar trabalhando para chegar em 2024 na melhor forma possível. Vou dar meus 100%, não vou relaxar e vou chegar nos Jogos de Paris mais forte do que nunca. Como a minha mãe sempre diz, eu sou como uma Fênix e renasço sempre das cinzas. E vai ser sempre assim”, disse Milena.

Projeto Vitória

O Time Ajinomoto faz parte do Projeto Vitória, iniciativa criada pela empresa em 2003, no Japão, e que chegou ao Brasil em 2019 com o objetivo de contribuir para o fortalecimento do esporte nacional. Atualmente, 32 atletas olímpicos e paralímpicos compõem o grupo e recebem suporte relativo à nutrição e aos benefícios da ingestão de aminoácidos por esportistas de alto rendimento.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook