Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Esporte

Náutico conquista a primeira vitória na Série B após seis rodadas

Por: STELLA SOARES
Apesar de um primeiro tempo truncado, o Náutico vira pra cima do Guarani, e conquista sua primeira vitória na Série B.

Foto: David Oliveira/ Guarani FC

28/08/2020
    Compartilhe:

Foi árduo, mas depois de cinco rodadas, o Náutico conquistou sua primeira vitória na segunda divisão do Campeonato Brasileiro. Mesmo com o Guarani abrindo o placar no estádio Brinco de Ouro com gol de Eduardo Person no final do primeiro tempo, o Timbu foi guerreiro ao buscar a virada na etapa complementar. Jean Carlos e Paiva foram os autores dos tentos que deram os três pontos nesta sexta rodada. Com a vitória o Timbu chegou a décima colocação, com sete pontos ganhos. 

O JOGO 

O primeiro tempo foi bastante equilibrado, o Náutico começou melhor, tentando impor o ritmo de jogo e conseguiu isso até os 20 minutos da primeira etapa. A equipe alvirrubra chegou a carimbar a trave do goleiro Rafael Pin aos 19 minutos do primeiro tempo. Após isso, o Bugre passou a ditar mais a partida, que ficou bastante truncada. Dois cartões para cada equipe foram anotados na etapa inicial. Respeitando o velho ditado "quem não faz, leva", foi em um vacilo de marcação da equipe pernambucana que o Eduardo Person recebeu fora da área, ajeitou e bateu forte, deixando Marcão a ver navios e abrindo o placar no Brinco de Ouro. 

O náuticou voltou mau na segunda etapa, parecia que o Guarani estava mais a vontade e próximo de ampliar o placar. Jean Carlos não conseguiu acertar uma cobrança de falta, mas foi na movimentação que ele empatou para o Náutico. Paiva recebeu um passe enfiado de Salatiel, o atacante bateu voltando e após um passe de calcanhar açucarado de Salatiel, Jean Carlos chutou sem pena, marcando o primeiro gol do timba. Após o empate, o jogo ficou mais aberto para as duas equipes, que começaram a criar mais. Foram mais de 31 finalizações ao longo da partida. O gol que deu a primeira vitória ao Náutico saiu dos pés, ou melhor, da cabeça de Paiva que, após rebote do goleiro Rafael Pin, só escorou tirando do arqueiro. 

Paiva com certeza foi o nome da partida, e sua entrada mudou o jeito de jogar do Náutico. O atacante saiu bastante satisfeio com seu retorno aos gramados. Desde fevereiro o jogador não atuava devido a uma série de lesões. Com certeza essa atuação colocou uma dúvida na cabeça de Gilson Kleina para a próxima partida do Timbu que acontece na próxima terça-feira, nos Aflitos, contra o Figueirense. 

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook