Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Esporte

O pênalti de Steph Catley garantiu a vitória da Austrália por 1 a 0 na estreia contra Irlanda. Partida disputada em frente à multidão recorde de Matildas (Australianas).

Por: Carlos SIERRA
O pênalti de Steph Catley garantiu a vitória da Austrália por 1 a 0 na estreia contra Irlanda. Partida disputada em frente à multidão recorde de Matildas (Australianas).

Foto: FIFA/ fifa.com / Twiter

20/07/2023
    Compartilhe:

A vencedora da partida da Austrália, Steph Catley, revelou como a lesão "dolorosa" de Sam Kerr aumentou ainda mais o desejo das Matildas de vencer o jogo de abertura da Copa do Mundo Feminina da FIFA™ e deixar sua capitã inspiradora orgulhosa.

Esperava-se que Kerr liderasse as co-anfitrioas contra a República da Irlanda no Estádio Austrália, mas foi forçado a assistir de fora depois de sofrer uma lesão na panturrilha durante um treinamento. A questão também manterá a atacante do Chelsea fora do segundo jogo de seu país na fase de grupos contra a Nigéria na próxima quinta-feira, com uma declaração das Matildas confirmando que sua condição será "reavaliada" após a partida.

Catley usou a braçadeira de capitão na ausência de Kerr e teve uma atuação influente. Seu pênalti marcado aos 52 minutos foi decisivo, enquanto sua defesa robusta e talentosa ajudou a manter o espírito irlandês afastado.

“Perder Sam do jeito que perdemos, antes do maior momento de todas as nossas carreiras, ficamos com o coração partido por ela”, disse Catley. “Mas eu poderia dizer que acrescentou um pouco de fogo a todos – em como queríamos competir e lutar pela vitória – porque sabemos que ela sempre luta por nós. Espero que a tenhamos deixado orgulhosa. Nós lutamos por Sam esta noite.

“Ela é uma das melhores jogadoras do mundo e é nossa líder espiritual. Ela é uma parte tão importante desta equipe e continua sendo mesmo que não esteja em campo. Espero que possamos vê-la mais tarde no torneio e que possamos fazer as coisas até recuperá-la. ”

Por que as australianas são chamadas com o apelido de “Matidas”?

O nome foi adotado depois de uma votação popular feita pela mídia antes do Mundial de 1995 (que foi a segunda edição da Copa Mundo Feminina) e se deve ao nome de uma canguru gigante que foi a mascote dos Jogos da Commonwealth (uma comunidade de ex- territórios do Império Britânico) em 1982, além disso ajudou ao nome uma canção popular chamada Waltzing Matilda.

*Com informações da FIFA.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook