Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Notícias

Obras da PE-166 avançam em Belo Jardim e Brejo da Madre de Deus

Por: REDAÇÃO PORTAL
Localizada no Agreste Central do Estado, a rodovia está recebendo obras de restauração, implantação e pavimentação, com investimento de R$ 23 milhões
21/10/2020
    Compartilhe:

O Governo de Pernambuco avança na execução das obras de requalificação da PE-166, na região do Agreste Central. Os serviços, divididos em duas etapas, são executados pela Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER). A iniciativa contempla todos os 30 quilômetros de extensão da rodovia, que liga os municípios de Belo Jardim e Brejo da Madre de Deus. O investimento é de R$ 23 milhões.
 
O primeiro trecho vai do entroncamento com a BR-232, em Belo Jardim, até Vila de Serra dos Ventos, com extensão de 16,6 quilômetros. Até o momento, já foram concluídos 90% dos trabalhos de restauração da via, que contemplam drenagem, recuperação asfáltica e sinalização. A meta é finalizar essa etapa até o início do mês de novembro. 
 
Já o segundo segmento possui 13,4 quilômetros e segue da Vila de Serra dos Ventos até o entroncamento com a PE-145, em Barra de Farias, no município de Brejo da Madre de Deus. Nesta fase, está sendo realizado o serviço de implantação e pavimentação da rodovia, que já contam com 12% de execução. A expectativa é a de que este trecho seja finalizado em 2021.
 
“As obras da PE-166 estão entre as prioridades do Governo do Estado e foi um compromisso assumido pelo governador Paulo Câmara com a população da região. Em breve, entregaremos a primeira etapa de requalificação da rodovia, enquanto damos andamento às intervenções para implantação e pavimentação do segundo trecho. É uma ação importante, pois vai ligar as regiões do Agreste Central e Setentrional, impactando positivamente na economia, sobretudo do polo têxtil, comandado pelos municípios de Caruaru, Toritama e Santa Cruz do Capibaribe, encurtando em 60 quilômetros o trajeto de deslocamento para escoação dos produtos para as cidades do entorno”, destaca a secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook