Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Eleições 2020

Para o MP/Paulista Yves Ribeiro está inelegível. TRE analisa registro.

Por: REDAÇÃO PORTAL
Segundo o Ministério Público Eleitoral de Paulista, o candidato do MDB foi condenado pelo TCU, em decisão definitiva e irrecorrível, portanto estaria impedido de disputar este ano

Foto: Reprodução internet

29/09/2020
    Compartilhe:

Tramita na Justiça Eleitoral o pedido de impugnação do registro de candidatura do candidato a prefeito de Paulista pelo MDB, Yves Ribeiro. No último domingo (27), O Ministério Público Eleitoral deu entrada na contestação da legitimidade do pedido, com fundamentação no artigo 3º da Lei Complementar nº 64/90 e no artigo 77 da Lei Complementar nº75/93. Segundo o MP, Yves encontra-se inelegível por ter tido suas contas rejeitadas pelo TCU (Tribunal de Contas da União), em decisão definitiva e irrecorrível. 

Leia abaixo um trecho da ação do MP Eleitoral de Paulista, contra o registro da candidatura do MDB:

“O Ministério Público Eleitoral, através da promotora eleitoral que ora subscreve, nos autos do requerimento de registro de candidatura em epígrafe, vem à presença de Vossa Excelência, com fundamento no artigo 3º da Lei Complementar nº 64/90 e no artigo 77 da Lei Complementar nº75/93, propor, no prazo legal, a presente AÇÃO DE IMPUGNAÇÃO AO PEDIDO DE REGISTRO DE CANDIDATURA em face de YVES RIBEIRO DE ALBUQUERQUE, já devidamente qualificado, pelas razões de fato e de direto a seguir expostas.

O candidato Yves Ribeiro de Albuquerque requereu o registro de sua candidatura para concorrer ao cargo de prefeito pela Coligação “Para a Paulista Ser Feliz”, tendo sido publicada a relação nominal dos candidatos em edital, no Diário de Justiça Eletrônico, na data de 25 de setembro de 2020. No entanto, o requerido encontra-se inelegível, na forma do art. 14, § 9º, da Constituição Federal c/c art. 1º”.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook