Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Notícias

PCR entrega Rua do Bom Jesus pedestrianizada nesta segunda-feira (24)

Por: REDAÇÃO PORTAL
Junto à entrega, será lançado, também, o Relatório Preliminar de Vítimas Fatais, que indica os pedestres como os que mais morrem no trânsito. Ação integra a programação do Maio Amarelo no Recife

Foto: Marcos Pastich/PCR

24/05/2021
    Compartilhe:
Com uma atuação na gestão de mobilidade cada vez mais focada em evidências estatísticas, a Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Política Urbana e Licenciamento (Sepul) e da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), entregará, nesta segunda-feira (24), a pedestrianização da Rua do Bom Jesus, no bairro do Recife. A via será mais uma experiência importante de segurança viária, porque traz o foco na mobilidade dos pedestres. No Recife, os que andam a pé representaram 46% das vítimas fatais de sinistros de trânsito entre 2017 e 2019, o dado é da publicação do Relatório Preliminar de Vítimas Fatais, publicado pela PCR, com informações do Comitê Municipal de Acidentes de Trânsito (Compat) e organização da Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária, que é parceira da cidade e referência mundial sobre o assunto. As ações fazem parte da programação da campanha do Maio Amarelo no Recife.

Para viabilizar a mobilidade no trânsito com a pedestrianização da Rua do Bom Jesus, haverá inversão no sentido da circulação das ruas da Guia, Dona Maria César e João Domingos Martins. Dessa forma, os condutores que usavam a Rua do Bom Jesus, poderão utilizar a Rua da Guia e a Rua Dona Maria César como rota alternativa. Além disso, os condutores que vêm do Cais do Apolo pela Avenida Barbosa Lima poderão acessar a Praça do Arsenal pela Rua João Domingos Martins. Agentes e orientadores de trânsito estarão no local durante as primeiras semanas da mudança para esclarecer as dúvidas dos condutores.

Para implantação da pedestrianização da Rua do Bom Jesus, a Prefeitura do Recife contou com o apoio da NACTO-GDCI, uma organização de referência mundial em mobilidade sustentável, que, por meio da Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária, prestou consultorias e fornecerá mobiliário urbano para sinalização do projeto.

Além da consultoria para um desenho adequado das vias do entorno, proporcionando mais segurança viária aos pedestres, os parceiros fornecerão, ainda, mobiliário urbano como as esferas de concreto para isolar os extremos das vias. Nas áreas de cruzamento com as outras vias, o espaço foi redesenhado para garantir o espaço dos pedestres por meio de sinalização horizontal, diminuindo, assim, os espaços para travessias.

A presidente da CTTU, Taciana Ferreira, destaca a importância da implantação. "A CTTU tem investido cada vez mais na segurança viária dos pedestres e, agora, com o levantamento de que são as principais vítimas fatais no trânsito, os nossos esforços em educação para o trânsito e desenho das vias vão ser ainda mais dedicados nesse público. Pedestrianizar a Rua do Bom Jesus não é apenas uma atitude para ficar mais próximo da beleza da rua, mas para viver uma experiência diferenciada de mobilidade urbana sustentável", destaca a gestora.

A intervenção foi ancorada a partir dos dados do Comitê Municipal de Acidentes de Trânsito (Compat), que gerou a publicação do Relatório Preliminar de Vítimas Fatais no Recife, indicando o perfil das pessoas que morrem no trânsito da cidade entre os anos de 2017 a 2019. Dessas, 46% são pedestres e 36% são motociclistas, 80% são homens e 35% têm entre 20 e 39 anos. "O relatório preliminar de vítimas fatais é um marco importante para divulgar os dados sobre os sinistros de trânsito e é uma das estratégias para conscientizar as pessoas sobre os riscos no trânsito. Sabemos que as intervenções nos espaços públicos são essenciais, mas queremos também fomentar a responsabilidade compartilhada com a sociedade civil, porque se todos respeitarem os mais vulneráveis no trânsito, conseguiremos salvar mais vidas", explica Amanda Maria da Conceição, coordenadora de dados da Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária no Recife.

O Bairro do Recife tem tido experiências exitosas em prol da segurança viária e da mobilidade ativa, com ações como a pedestrianização e construção do boulevard da Avenida Rio Branco e da pedestrianização da Rua da Moeda, por exemplo. Em 2014, uma Zona 30 foi instalada em um perímetro de 160 mil m²  para permitir uma área compartilhada entre os diversos meios de transporte e reduzir os índices de sinistros de trânsito, que têm como principal causa a velocidade elevada. Além disso, a área recebeu, também, intervenções com urbanismo tático para alargamento das calçadas ao longo da Avenida Alfredo Lisboa.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook