Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Saúde

PCR promove ações para marcar o mês de enfrentamento à Aids

Por: REDAÇÃO PORTAL
Ao longo do mês, em várias unidades de saúde haverá palestras em sala de espera e testagem para HIV e sífilis
01/12/2020
    Compartilhe:

A Prefeitura do Recife promove, a partir desta terça-feira (1º), Dia Mundial Contra a Aids, diversas ações de saúde para a população do município. A data também celebra os 25 anos do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), localizado na Policlínica Gouveia de Barros, na Boa Vista. A programação do Dezembro Vermelho, mês de conscientização sobre a prevenção ao HIV/Aids e outras infecções sexualmente transmissíveis (IST), inclui palestras em sala de espera sobre o assunto e também testes de HIV e sífilis. O cronograma das atividades está disponível no site da PCR.

Por conta da pandemia do coronavírus, as atividades nas unidades de saúde vão acontecer em dias e horários espaçados, durante a manhã e à tarde, para evitar aglomeração. O uso de máscara é obrigatório. Os locais também têm tomado todos os cuidados sanitários, como higienização dos espaços, uso de álcool a 70% e distanciamento entre os usuários.

Um dos locais que receberá as ações é o Serviço de Atenção Especializada (SAE) para as pessoas com HIV/Aids, inaugurado pela Secretaria de Saúde (Sesau) do Recife em 2019, no Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) da Policlínica Gouveia de Barros, na Boa Vista. O local tem capacidade para atender até 600 pessoas por mês, oferecendo ações de prevenção e qualidade de vida às pessoas com HIV/Aids e seus parceiros.

No SAE da Gouveia de Barros, atua uma equipe multiprofissional composta por médico, enfermeiro, técnico de enfermagem, assistente social e psicólogo. São disponibilizados aos pacientes assistência clínica e psicossocial, indicação de profilaxias primárias e secundárias para infecções oportunistas e sexualmente transmissíveis; indicação e manejo de terapia antirretroviral. Também há um SAE na Policlínica Lessa de Andrade, localizada na Madalena, com mais de dois mil pacientes cadastrados.

No Recife, entre os anos de 1984 e 2020, foram notificados 11.253 casos de aids, sendo 7.769 homens e 3.484 mulheres. Já as infecções por HIV somam 4.894 notificações, no período de 2014 a 2020 - desses, 3.685 são homens e 1.209 mulheres. Entre os anos de 2000 a 2020, foram notificadas 1.281 gestantes HIV+. No município, 1.661 óbitos por aids foram contabilizados entre seus residentes, entre 2010 e 2019. Em 2020, já foram contabilizados 109 óbitos, sendo 98 como causa básica aids e 11 como causa associada.

Além do Centro de Testagem e Aconselhamento, na Gouveia de Barros, a Secretaria de Saúde (Sesau) do Recife descentralizou a oferta de testes rápidos para detecção de IST, passando de cerca de 40 para as atuais 140 unidades de saúde. A lista completa de onde tem testagem, na cidade, está disponível no Portal da PCR. O resultado sai em cerca de meia hora. A rede pública também oferece, nos postos, vacina contra hepatite B, disponível para todas as pessoas, independentemente de idade ou condição de vulnerabilidade. O esquema é composto por três doses, como preconiza o Ministério da Saúde.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook