Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Notícias

Pernambuco contratará 79 temporários para o Governo Presente e Juventude Presente

Por: REDAÇÃO PORTAL
Contratados vão atuar na articulação e pactuação de ações sociais voltados para a população mais vulnerável do Estado

Foto: Heudes Régis/SEI

29/01/2021
    Compartilhe:
Com o objetivo de impulsionar ainda mais as políticas públicas de prevenção à violência em Pernambuco, o governador Paulo Câmara anunciou a contratação de 79 novos servidores temporários, que irão atuar, por meio dos programas Governo Presente e Juventude Presente, na articulação e pactuação de ações junto a grupos mais vulneráveis. Os novos contratados também vão tomar parte na execução de projetos em conjunto com as secretarias e órgãos estaduais e municipais em 59 territórios prioritários para prevenção social.
 
"Temos 18 municípios sendo trabalhados, onde a violência ainda persiste. Eles vão ter um reforço, a partir da chegada desses servidores, que vão ampliar as políticas públicas para transmitir oportunidades. Cuidando de cada um e dando oportunidades, a gente pode fazer um Pernambuco menos desigual e cada vez mais vigilante em relação à violência, ajudando o Pacto Pela Vida não apenas no trabalho repressivo, mas principalmente no trabalho que pode transformar vidas, que é o de prevenção", frisou Paulo Câmara.
 
Os novos contratados trabalharão nos Núcleos de Prevenção à Violência na Região Metropolitana do Recife, Mata Sul, Mata Norte, Agreste e Sertão de Pernambuco. Eles atuarão diretamente com foco na inserção das políticas públicas estaduais, promovendo ações de integração com os municípios e executando atividades preventivas e de fácil acesso para a população em geral.
 
De acordo com o secretário de Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas, Cloves Benevides, a iniciativa permitirá encontrar novos caminhos de cooperação, estabelecendo sempre espaços protegidos e pessoas com condições de exercício da cidadania. "Vamos ocupar os territórios com profissionais que vão cuidar de acompanhar o cotidiano dessas pessoas para evitar os conflitos. Atuar com os jovens, com oficinas reflexivas, debates sobre cultura de paz. Acompanhar os egressos que saíram do sistema prisional e que precisam, às vezes, de uma orientação, além de organizar processos de qualificação", detalhou o secretário.
 
Leandro Tavares, um dos novos servidores contratados, definiu a oportunidade como desafiadora, mas gratificante. "É uma chance que temos de aproximar as políticas publicas integradas ao território e os mais vulneráveis. É ter a possibilidade de discutir educação, saúde e assistência diretamente no local e com a participação social", afirmou.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook