Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Policial

PF apreende ecstasy e anabolizantes em encomendas nos Correios

Por: REDAÇÃO PORTAL
A droga foi identificada por cães farejadores em agências dos Correios na Várzea e em Paulista

Foto: Divulgação/PF

05/10/2020
    Compartilhe:

Foi divulgado nesta segunda-feira (5), o resultado da ação conjunta da Polícia Federal com a Receita Federal, Correios e Secretaria da Fazenda, deflagrou ações que têm como objetivo reprimir o tráfico de substâncias entorpecentes e outros materiais ilícitos utilizando o fluxo postal. Em 30 de setembro um suspeito foi preso, após 400 comprimidos de ecstasy terem sido identificados em agência dos Correios do Janga, em Paulista. No dia seguinte, 1º de outubro, mais 160 comprimidos da droga e 215 caixas de anabolizantes (Testoland Depot, King Testoviron, King Sustan, Nandrolana Fenilpropionato, Trembolona Acetato, Enantato de Testosterona) foram apreendidas. 

Segundo a PF, grupos criminosos têm mantido o mercado ilegal de venda e consumo de drogas através do envio de entorpecentes via postal e redes sociais, pela pandemia da covid-19 e necessidade do isolamento social. Nas ações, foram usados cães farejadores para identificação das substâncias e aparelhos de raio x.

Os 400 comprimidos de ecstasy estavam escondidos em duas pequenas caixas de som, que foram postadas numa agência do Guarujá, São Paulo, com destino final para o Janga, em Paulista. A entrega ao destinatário foi acompanhada pela PF até a residência de um suspeito de 22 anos, natural de Olinda. Lá, porém quem se encontrava era seu tio. O sobrinho foi localizado e preso em Maranguape e confessou que receberia R$ 200 reais pelo serviço de recebimento da droga sintética e que deveria entregar para uma outra pessoa, porém não deu maiores detalhes de quem seria essa pessoa e nem de quem o havia aliciado.

As investigações da PF apontam que a droga é de um presidiário que está cumprindo pena por tráfico de drogas sintéticas e que os comprimidos seriam vendidos e distribuídos em festas raves da região metropolitana do Recife. O suspeito foi conduzido para a Superintendência da Polícia Federal, no Cais do Apolo, onde foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico interestadual de entorpecentes e associação. Depois, realizou Exame de Corpo de Delito no Instituto de Medicina Legal (IML), foi encaminhado para a audiência de custódia, onde foi confirmada sua prisão preventiva. Por fim, foi levado para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel) onde ficará à disposição da Justiça Estadual

Já as caixas de anabolizantes e comprimidos de ecstasy foram despachados via sedex a partir de uma agência de Natal, no Rio Grande do Norte, com destino final para o bairro da Várzea, na Zona Oeste do Recife. 

Todo o material foi levado para a sede da Polícia Federal, que ficará encarregada das investigações como também do possível remetente e destinatário.


 

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook