Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Educação

Prefeitura do Ipojuca abre mais de 3.800 novas vagas na rede municipal de ensino

Por: REDAÇÃO PORTAL
Do dia 4 ao dia 15 de janeiro acontece o período de transferência dos estudantes entre as unidades do munícipio. Já a matrícula para novos estudantes da rede, tanto para a área urbana como na área rural, acontece de 11 a 29 de janeiro

Foto: Reprodução internet

12/01/2021
    Compartilhe:

A Prefeitura do Ipojuca, por meio da Secretaria Municipal de Educação, divulgou o edital de renovação e abertura de matrículas para o ano letivo de 2021 da Rede Municipal de Ensino. Em 2021, serão mais de 3.800 novas vagas para alunos distribuídas em todas as localidades, etapas e modalidades de aprendizagem: Educação Infantil, Ensino Fundamental, Educação Inclusiva, Ensino de Tempo Integral e Educação de Jovens e Adultos.

Do dia 4 ao dia 15 de janeiro acontece o período de transferência dos estudantes entre as unidades do munícipio. Já a matrícula para novos estudantes da rede, tanto para a área urbana como na área rural, acontece de 11 a 29 de janeiro. A efetivação deverá ser feita nas escolas municipais, no caso da área urbana, e na própria Secretaria de Educação, para os interessados em estudar na zona rural do Ipojuca. Para aqueles estudantes que já fazem parte da rede, a renovação é automática.

“São quase 4 mil novas vagas na rede de ensino, garantindo a valorização e ampliação da educação para todo o município. Por conta da pandemia, a volta das aulas ainda está sendo discutida no Comitê Contra o Coronavírus, mas essa ampliação demonstra o esforço da gestão da prefeita Célia Sales com a melhoria da nossa educação”, destacou o secretário de Educação do Ipojuca, Francisco Amorim.

Matrícula novatos

No ato da matrícula para novos estudantes é preciso os alunos (do EJA), pais ou responsáveis comparecerem com duas fotos 3×4; cópia e original dos seguintes documentos: certidão de nascimento do aluno, comprovante de residência de Ipojuca atualizado (data a partir de outubro de 2020), carteira de identidade e CPF do responsável pelo estudante, comprovante do Benefício do Bolsa Família (quando for o caso), carteira de vacinação atualizada, CPF do aluno (quando possível), histórico escolar ou declaração de transferência provisória (para alunos novatos a partir do 2º ano de escolaridade), parecer de acompanhamento pedagógico escolar do Ensino Fundamental (para alunos novatos que vão ingressar no 1º ano do Fundamental); e laudo médico de comprovação de necessidades especiais (quando necessário). A efetivação ocorrerá de acordo com o número de vagas existentes nas unidades.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook