Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Notícias

Prefeitura do Recife capacita profissionais da Rede de Atendimento à Criança e ao Adolescente

Por: REDAÇÃO PORTAL
Em uma parceria firmada com a Fundação Roberto Marinho, por meio do Canal Futura, 80 profissionais do município irão participar do curso do Projeto Crescer Sem Violência

Foto: Reprodução Internet

11/04/2021
    Compartilhe:

Uma parceria entre a Prefeitura do Recife e a Fundação Roberto Marinho promove o curso de formação do Projeto Crescer Sem Violência, destinado a profissionais de vários serviços e órgãos do município que atendem crianças e adolescentes. Desenvolvida pela Fundação Roberto Marinho, por meio do Canal Futura, a capacitação pretende, dentre outros objetivos, potencializar ações de iniciativa própria para a Campanha Nacional Contra o Abuso e Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes, que acontece no mês de maio. Serão duas turmas de até 40 alunos cada, que irão compreender melhor as diversas formas de violência e maneiras de prestar apoio às vítimas e suas famílias.

As aulas do curso Crescer Sem Violência acontecem virtualmente até o fim do mês de abril. Os alunos que tiverem 100% de participação nas aulas e atividades complementares receberão um certificado de 16 horas-aula. A articulação da parceria entre a Prefeitura do Recife e a Fundação Roberto Marinho se deu através da Gerência da Criança e do Adolescente da Secretaria Executiva de Direitos Humanos, que integra a Secretaria de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos, Juventude e Política sobre Drogas do Recife.

Segundo Eduardo Paysan, gerente da Criança e do Adolescente do Recife, o isolamento social diante da pandemia da covid-19 evidenciou a problemática da violência doméstica. "Com recordes diários de mortes no Brasil, a pandemia também tem deixado algumas de nossas crianças e adolescentes sem seus pais ou responsáveis e, ainda, evidencia a violência sofrida por crianças e adolescentes dentro de casa. Por isso, é importante prestarmos atenção aos possíveis sinais de comportamento desses indivíduos que, muitas vezes, não conseguem verbalizar a situação que vivem", afirmou Eduardo. 

A iniciativa do Projeto Crescer Sem Violência visa formar os profissionais da Prefeitura do Recife que atuam nos serviços oferecidos pelas secretarias da Assistência Social, Direitos Humanos, Juventude, Políticas sobre Drogas, Educação, Segurança Cidadã, Saúde, Primeira Infância, além dos Conselhos Tutelares e Conselho de Defesa de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente do Recife (COMDICA). O objetivo é trazer melhorias na articulação entre os diversos órgãos da Rede de Atendimento da criança e do adolescente e qualificar tanto o atendimento às vítimas de violência, quanto a notificação de casos e o apoio aos envolvidos. 

De acordo com Cinthia Sarinho, analista de projetos da Fundação Roberto Marinho, o Projeto Crescer Sem Violência recebe apoio de vários parceiros de referência na área, dentre eles UNICEF Brasil e Childhood Brasil. "Os encontros formativos e diálogo com as instituições parceiras propõe construir pontes e tecer redes pela proteção de crianças, adolescentes e jovens, para que estes possam viver livres de todas as formas de violências", disse Cinthia.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook