Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Notícias

Prefeitura do Recife sorteia os 300 primeiros apartamentos dos habitacionais Encanta Moça 1 e 2

Por: REDAÇÃO PORTAL
Fruto de parceria com o Governo Federal, a obra será entregue em breve, garantindo moradia digna para 600 famílias do Pina. Nesta quarta-feira (23), outras 300 famílias serão contempladas por meio de sorteio, no Convento São Félix Cantalice

Foto: Fotos Hélia Scheppa/Divulgação.

22/08/2023
    Compartilhe:

A Prefeitura do Recife iniciou, na manhã desta terça (22), o sorteio dos apartamentos dos habitacionais Encanta Moça 1 e 2, no bairro do Pina. Realizada em parceria com o Governo Federal, a obra será entregue em breve e garantirá moradia digna para 600 famílias que atualmente moram em condições precárias nas proximidades dos conjuntos. Hoje, 300 famílias foram escolhidas por meio de sorteio e elas vão morar no Encanta Moça 1. O sorteio será concluído amanhã, no Convento São Félix Cantalice, no Pina, sob a responsabilidade da Autarquia de Urbanização do Recife (URB), onde serão conhecidas as outras 300 famílias, que vão residir no Encanta Moça 2.

 

"Hoje é um dia muito importante e emocionante para quem vai morar no habitacional Encanta Moça. A gente já tinha uma lista com 600 famílias que tinham direito, que hoje estão em palafitas e no auxílio-moradia, e que já foram selecionadas pela Prefeitura do Recife e pela Caixa Econômica Federal para morar no habitacional. Hoje foi o sorteio para ver em que unidade habitacional cada uma dessas famílias vai morar", afirmou o prefeito João Campos. "Um dia de muita emoção, onde ali tem a garantia e a certeza de qual é o número de seu apartamento, onde é que você vai morar e construir a sua família. Hoje foi o primeiro sorteio, com 300 unidades, e amanhã a gente sorteia mais 300 unidades", acrescentou o gestor municipal.

 

Serão beneficiadas 360 famílias previamente cadastradas das palafitas do Rio Pina; 124 que hoje ocupam áreas não edificáveis na região beneficiada pelo projeto de urbanização; e 116 famílias afetadas pela construção da Via Mangue. A partir do cadastro feito pelas equipes da Prefeitura, a Caixa Econômica Federal avaliou o perfil das famílias para confirmar que elas se encaixam nos critérios do programa Minha Casa Minha Vida. Nenhuma delas vai precisar pagar pelo direito de ocupar os apartamentos.

 

O terreno foi desapropriado pelo Governo do Estado em 2013, na gestão do ex-governador Eduardo Campos, e cedido ao Município do Recife. Um dos primeiros sorteados foi "seu" Edílson João dos Santos Nascimento, de 44 anos. "Hoje eu moro de aluguel na beira do rio e estou muito feliz por ganhar o apartamento. Tenho dois filhos e todos vão morar comigo lá", comemora. Também contemplada, dona Valderez da Silva, 53 anos, não escondia de ninguém a felicidade. "Espero por isso há quase 40 anos. Minha vida agora vai ser muito melhor", afirma.

 

Os habitacionais ficam às margens da Via Mangue. Cada um tem 300 unidades divididas em 7 blocos de 40 mais um bloco de 20. Os 600 apartamentos têm área de 44,5m2, com sala, dois quartos, banheiro, cozinha e área de serviço. Os moradores contarão também com parque infantil e área de lazer. A transferência das famílias beneficiadas começará nas próximas semanas, com apoio da Prefeitura, que também entregará os títulos de propriedade. "A obra está linda! É emocionante demais ganhar minha casa. Agradeço muito a Deus", diz dona Adélia Almeida e Silva, 54 anos.

 

Além de contar com localização privilegiada, os habitacionais ficam nas proximidades de outros importantes equipamentos municipais, como o Parque Eduardo Campos, o Compaz do Pina, a Upinha 24h e a Creche-Escola Arthur Lula da Silva. Junto com a urbanização das margens do Rio Pina, o conjunto de investimentos vai mudar completamente a cara da região, garantindo cidadania e qualidade de vida para os moradores. "Meus dois filhos estão tão ansiosos para ganhar os apartamentos que nem queriam ir pra aula hoje! É uma emoção muito grande, porque esperei dez anos por isso", celebra dona Jauacy Rodrigues, também beneficiada.

 

O trabalho social já está sendo feito pela equipe da URB e inclui orientações sobre gestão condominial e adaptação à nova morada. "Após o sorteio, vamos enviar a lista para a Caixa, Celpe e Compesa, para em seguida iniciar a assinatura dos contratos dos moradores. É bom lembrar que as pessoas que têm algum tipo de deficiência receberão apartamentos no térreo", destaca a diretora de Integração Urbanística da URB, Tercília Vila Nova.

 

PARQUE LINEAR - Além disso, a gestão municipal também publicou o edital de licitação para as obras da primeira etapa da urbanização das margens do Rio Pina, que vão transformar a vida de 12 mil moradores de seis comunidades carentes da área. Construído e validado com a participação da comunidade, o projeto de urbanização das margens do Rio Pina inclui a implantação de Parque Linear com 1,8 km de extensão.

 

Na área, hoje ocupada por palafitas e outras habitações precárias, será implantado o Cais do Rio Pina, uma nova orla fluvial com diversos equipamentos públicos e Via Parque nas margens. O projeto engloba a Zona Especial de Interesse Social (ZEIS) Encanta Moça/Pina, que compreende as comunidades de Areinha, Encanta Moça, Bode I e II, Beira Rio/Pina e Jardim Beira Rio. 

 

O edital já publicado no Diário Oficial do Município (DOM) prevê investimentos da ordem de R$ 33 milhões. A área requalificada será de 3,5 hectares, com 1,6 km de ciclovia, 1,8 km de Parque Linear, 2,1 km de pista de Cooper e 960m de Via Parque. No Setor 1, correspondente ao Jardim Beira Rio, serão implantados equipamentos públicos como pista de cooper, praça, ciclovia, parque infantil, áreas para piquenique e contemplação, academia, quiosques e praça de leitura. Já os setores 2 e 3, no entorno do braço morto do Rio Pina, ganharão Via Parque com 960m, travessias elevadas, pavimentação em intertravado, acessibilidade e 2 faixas de rolamento que totalizam 5m de largura. 

 

Ao longo da Via Parque - que irá da Via Mangue até a Rua Elias Gomes, fazendo a ligação com o habitacional Encanta Moça - haverá estacionamento, área para piquenique, campo de areia, quadra de basquete street, prainha e parques infantis. A partir do processo de discussões e debates com a comunidade, foram incorporados novos elementos no projeto, que serão objeto de um outro processo licitatório, cujo Termo de Referência já está em elaboração.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook