Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Saúde

Profissional explica como evitar o autismo virtual

Por: REDAÇÃO PORTAL
Segundo a fonoaudióloga Dryelle Azevedo, o uso exagerado de eletrônicos pode apresentar sintomas parecidos com o autismo   

Foto: Reprodução Internet

30/03/2021
    Compartilhe:

A maioria das crianças já tem o próprio perfil em plataformas de conteúdos digitais, inclusive conseguem selecionar sozinhas o que querem assistir. Parte dessas crianças estão com uma rotina descontrolada quanto ao uso de equipamentos eletrônicos, principalmente aqueles com estímulo visual (celular, tablet e computadores). Dependendo da intensidade, o uso exagerado pode estimular o autismo virtual. Além de explicar o que é isto, na semana que é conscientizado o Autismo, a fonoaudióloga Dryelle Azevedo, alerta que se a criança não tiver um controle rígido e diário, o mal uso pode desenvolver sintomas semelhantes ao do transtorno do espectro autista.

"Como muitos pais e responsáveis estão permitindo maior tempo do uso dos pequenos quanto deveriam, a linguagem, comunicação e socialização são as principais áreas que podem ser afetadas, trazendo uma série de prejuízos para o desenvolvimento infantil", conta a profissional.

Ainda segundo Dryelle, é importante pontuar que as consequências negativas do uso exagerado das tecnologias podem comprometer as crianças típicas e atípicas.

O QUE É AUTISMO VIRTUAL?

O autismo virtual é uma alteração da funcionalidade e desenvolvimento de crianças devido a exposição excessiva às telas/eletrônicos, nos primeiros anos do desenvolvimento, o que causa impactos sociais, emocionais e no desenvolvimento da fala.

COMO COMBATER O AUTISMO VIRTUAL?

Trocar as telas por brinquedos. Também é importante acordar previamente com a criança o tempo de uso das telas.

COMO TRABALHAR PARA DIMINUIR O USO DE ELETRÔNICOS?

Selecionado atividades que possam envolver e motivar a criança. As brincadeiras que envolvem os membros da família e também as que possam favorecer concentração e o foco.

QUE OUTROS TRANSTORNOS TAMBÉM PODEM ESTAR RELACIONADOS AO EXCESSO DO USO DE TELAS?

Atraso na fala, dificuldade de aprendizagem e de interação social.

QUAIS SÃO OS SINTOMAS PARECIDOS COM AUTISMO QUE AS CRIANÇAS COMEÇAM A APRESENTAR?

Pouco interesse por brinquedos, dificuldade na interação social, mudanças no comportamento, atraso no desenvolvimento da fala. 

OS PAIS TAMBÉM PRECISAM DE REGRAS QUANTO AO USO DE TELAS?

Os pais precisam ser o modelo. Se eles ficarem nas telas, as crianças também vão querer. A situação reduz o convívio da família e prejudica o desenvolvimento da criança. 

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook