Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Saúde

Recife: quem se recusar a receber vacina ficará 60 dias sem poder reagendar

Por: REDAÇÃO PORTAL
Prefeito do Recife João Campos informou que as pessoas que querem escolher uma determinada vacina, e que se recusarem a receber o imunizante no momento da vacinação, ficarão 60 dias sem poder fazer um novo agendamento no Conecta Recife

Foto: Daniel Tavares/PCR

06/07/2021
    Compartilhe:

Reforçando que “vacina boa é vacina no braço”, o prefeito do Recife João Campos declarou, nessa segunda-feira (5), que as pessoas que se recusarem a receber um determinado imunizante no momento da vacinação ficarão 60 dias sem poder efetivar a marcação no sistema do Conecta Recife. A medida visa coibir tentativas de reagendamento para que o público tente receber um outro tipo de vacina. Neste tipo de situação, o técnico que aplica a vacina terá um botão a ser acionado no Conecta Recife que vai travar o agendamento dessa pessoa por esse prazo. O objetivo é agilizar a vacinação de todos e todas que realmente querem se vacinar, independentemente da vacina disponível no dia. A estratégia será implementada ainda nesta semana. 

“Nós temos quatro vacinas. Lembrando que o único público que tem garantido por recomendação técnica uma vacina específica são as grávidas e puérperas e algumas comorbidades (a Pfizer). Fora esse grupo, toda vacina tem eficácia comprovada, foram testadas, passaram na fase 3, inclusive em testagens no nosso País. Vacina boa é aquela que é aplicada”, explicou João Campos. “Então a gente também vai implementar no nosso sistema do Conecta Recife, para as pessoas que se recusarem a tomar a vacina, um gatilho que só possibilita ela reagendar 60 dias depois. A gente vai implementar nesta semana ainda, porque vacina boa é vacina no braço. Com isso, a gente consegue garantir que todos e todas tenham direito à vacinação. Lembramos que a vacinação é uma estratégia coletiva”, acrescentou ele. A medida deve entrar em vigor ainda esta semana.

O prefeito do Recife também lembrou que o Recife já vacinou 940 mil pessoas; desse número, aproximadamente 650 mil receberam a primeira dose. Na capital pernambucana, praticamente 98% das pessoas voltam para tomar a segunda dose após a primeira, com 5.100 munícipes em falta para receber a segunda dose no prazo previsto. Para resgatar essas pessoas, a Prefeitura do Recife realiza uma busca ativa, além de telefonar, enviar SMS, Whatsapp e e-mail convocando para tomar o imunizante pela segunda vez.  

Atualmente a cidade vacina os moradores de 37 anos ou mais, além de trabalhadores da indústria a partir de 38 anos. O cadastro e o agendamento devem ser feitos através do site conectarecife.recife.pe.gov.br ou do app Conecta Recife, que está disponível gratuitamente na PlayStore, para Android, e AppStore, para quem utiliza o sistema iOS. As pessoas incluídas neste grupo devem anexar no ato do agendamento cópia de um documento oficial de identidade e um comprovante de residência no nome da pessoa que vai tomar a vacina. Esses mesmos documentos devem ser levados no dia da vacinação.

 

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook