Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Notícias

Rinaldo Junior (PSB) cobra salários atrasados de 400 trabalhadores de hospitais

Por: REDAÇÃO PORTAL
O vereador do Recife denunciou em pronunciamento na Câmara Municipal que os trabalhadores estão sem receber salários e benefícios há 63 dias
09/02/2021
    Compartilhe:
Durante a sessão ordinária na Câmara Municipal do Recife na manhã dessa segunda-feira (08), o vereador Rinaldo Junior (PSB) denunciou publicamente a situação dos trabalhadores terceirizados que estão sem receber seus salários e cobrou da empresa solução para o impasse.
 
"Alguns péssimos empresários insistem ainda em retirar direitos de trabalhadores. Nesse momento são mais de 400 trabalhadores lotados na empresa Prêmios, em sua maioria Auxiliares de Portaria que prestam serviços em diversos hospitais do Estado, como Restauração, Barão de Lucena, Getúlio Vargas, Agamenon Magalhães e Hospital da Tamarineira, que estão há 63 dias sem receber dinheiro, vale transporte e ticket alimentação. E são trabalhadores que estão na linha de frente do combate à COVID-19. E essa mesma empresa também está devendo salários de trabalhadores em outros municípios, como Vitória de Santo Antão, Cabo (SUAPE) e Olinda. Participamos agora pouco de uma assembléia com esses trabalhadores e o jurídico do sindicato está ingressando com ação na esfera judicial e administrativa, tentando que o Ministério do Trabalho intervenha nessa questão, pois a empresa está inabilitada para receber sua fatura do Governo do Estado pois não está quite com as obrigações trabalhistas, estando impossibilitada de emitir suas certidões. Aqui no Recife temos uma Lei que protege esses trabalhadores terceirizados e esperamos que essa nossa lei municipal sirva de exemplo para o Estado. Não podemos mais aceitar esse tipo de situação, afinal são 400 famílias precisando de seus sustentos. Vamos lutar até o fim para que os trabalhadores tenham direito a seus salários e seus direitos garantidos" ressaltou o vereador Rinaldo Junior.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook