Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Política

Sairé: caos deixado derruba imagem de boa gestão do ex-prefeito

Por: REDAÇÃO PORTAL
O ex-prefeito Fernando Pergentino (PSB), passava a imagem de gestor austero e preocupado exclusivamente com a população da cidade, o que constrata com a relaidade encontrada pela nova gestão.

Foto: Reprodução internet

06/01/2021
    Compartilhe:

Durante os últimos oito anos, o município de Sairé, no Agreste Pernambucano, figurou em várias matérias jornalísticas como modelo de boa gestão pública. O prefeito Fernando Pergentino (PSB), empresário de sucesso na região, passava a imagem de gestor austero e preocupado exclusivamente com a população da cidade. 

O que se via nas reportagens, era uma cidade limpa, bem arrumada, com as contas em dia e o erário público sendo respeitado. A coleta seletiva e tratamento do lixo, as praças bem arrumadas, o meio-fio pintado, paradas de ônibus com abrigos em alvenaria e um pórtico muito bonito, passavam a impressão de uma cidade feliz.

Ao longo da gestão, alguns mitos foram derrubados. Denúncias de servidores fantasmas, motocicletas contratadas como carro pipa, desvio de finalidade do gerador do hospital, superfaturamento nas obras de praças (onde o pneu reciclado é o elemento mais presente), começaram a desagradar a população da cidade e fazer surgir um sentimento de frustação e mudança.

A insatisfação virou voto e o ex-prefeito Pergentino viu o candidato apresentado por ele, Josivan Xavier, perder a eleição para o candidato liderado pelo ex-prefeito Everaldo Dias, o vereador de segundo mandato Gildo Dias (PL). O povo confirmou nas urnas sua indignação com a gestão da prefeitura da cidade.

Os 46 dias que separaram a eleição da posse do prefeito eleito, foram de incertezas e caos na cidade. Sem transição de governo, Gildo assumiu a prefeitura em 1º de janeiro deste ano, sem um diagnóstico da situação financeira e patrimonial da prefeitura. 

Olhando para o futuro, o prefeito Gildo fez o “dever de casa”. 

Montou uma equipe de secretários experiente. Sem esquecer de valorizar a juventude, o prefeito vai contar com pessoas qualificadas, testadas em várias funções públicas e que, acima de tudo, dedicam no dia a dia, amor e cuidado a Sairé.

Mais uma vez, com a participação decisiva do líder Everaldo Arruda, o prefeito conseguiu reverter a minoria na Câmara de Vereadores e eleger um fiel aliado, o vereador Boneco (PL), para presidente do Poder Legislativo. A bancada do governo conta, agora, com cinco dos nove vereadores.

Ao entrar pela primeira vez no gabinete do prefeito após a sua posse, o primeiro susto: móveis, quadros, cadeiras e até uma televisão, não estavam mais no local. Nas secretarias a situação não era diferente. Mobiliário sucateado, computadores sumidos, falta de informação documental, são alguns dos problemas comuns a todos os órgãos.

Na frota de veículos da cidade, o que foi encontrado foram carros, relativamente novos, com motores batidos, carroceria danificada e peças substituídas. Denúncias de moradores apontas que até os pneus com pouco uso, foram trocados por outros “carecas”.

O gerador do hospital, que durante a campanha servidores diziam em reserva que "estava sumido", apareceu. Mas segundo moradores denunciam nas redes sociais, o motor apresentado não seria o potente que havia sido comprado e sim, um mais fraco e bem mais velho que foi colocado no lugar.

Ainda em relação ao hospital, a nova secretária de saúde, Vivian Quental, precisou agir rápido e fez uma compra emergencial de medicamentos e insumos básicos para os atendimentos, que estavam com o estoque zerado. Faltavam até gazes e esparadrapos.

Servidores efetivos reclamam, também nas redes sociais, que o ex-prefeito Fernando Pergentino também não pagou na integralidade a folha de pessoal do mês de dezembro e do 13º salário. Apenas aliados da antiga gestão haveriam recebido. Alguns servidores vêm denunciando em suas redes sociais que, estão sendo cobrados por parcelas de empréstimos consignados contraídos junto à Caixa Econômica Federal que, segundo eles, foram descontados dos seus salários pela prefeitura.

Em meio a todo esse caos administrativo, o Prefeito Gildo Dias mantém a serenidade. Segundo o que afirmou em sua posse, governará para todos os moradores de Sairé e não apenas para aqueles que votaram nele. “A partir de agora, o que vai valer para a prefeitura atender o cidadão, vai ser a necessidade dele e não mais em quem ele votou. Todos serão atendidos e ouvirão a verdade. Se for possível para nós, faremos. O que nos for impossível, Deus nos ajudará e o povo fará junto conosco. ” Disse Gildo.

Quanto ao quadro de “terra arrasada”, o prefeito tem afirmado que “não vamos ficar nos lamentando e reclamando do passado. Já recomendei aos secretários que trabalhem, trabalhem e trabalhem. É olhar para o futuro. Ao mesmo tempo, não podemos deixar impune os desmandos da gestão passada. Faremos auditoria em tudo. O que for apurado será entregue às instâncias federais e estaduais do Ministério Público, do Tribunais de Contas e a quem for de direito, para que os culpados sejam processados. Mas, principalmente vamos informar ao povo de Sairé, que tem todo direito de saber o que foi feito com a nossa cidade. ” Finalizou o Prefeito Gildo Dias.


 

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook