Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Famosos

Saudade: dois anos sem Graça Araújo

Por: REDAÇÃO PORTAL
Em 08 de setembro de 2018 falecia vítima de  falência múltipla nos órgãos decorrente de um Acidente Vascular Cerebral (AVC), a jornalista Graça Araújo

Foto: Arquivo divulgação/Cine PE

08/09/2020
    Compartilhe:

Maria Gracilane Araújo da Silva, conhecida como Graça Araújo, nasceu em 2 de abril de 1956 em Itambé, Zona da Mata de Pernambuco. Quando criança e adolescente sonhava em ser médica, mas ao trabalhar em uma editora apaixonou-se pelo jornalismo. 

Formou-se pela Faculdade Integrada Alcântara Machado em 1987, e voltou para o Recife. O primeiro trabalho na capital pernambucana foi na rádio Transamérica.

Em seguida, foi para a Rádio Clube. Passou pela TV Manchete, TV Pernambuco e se tornou chefe de reportagem da TV Jornal, afiliada do SBT, em 1992. Na emissora, ajudou na formatação do TV Jornal Meio-Dia, do qual foi âncora por 26 anos. Também foi apresentadora na Rádio Jornal.

Por 17 anos, comandou as tardes da frequência no programa Rádio Livre, do qual fez parte o famoso quadro Consultório de Graça, em que abordava, diariamente, diferentes temas relacionados à saúde. 

O programa do Consultório de Graça sobre o câncer de cérebro conquistou o primeiro lugar na categoria rádio no Prêmio SBN de Jornalismo, da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia. A jornalista também deu importante contribuição no mundo jurídico. Foi uma das homenageadas em sessão solene do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), recebendo condecoração concedida a profissionais que contribuem para melhorar o trabalho da Justiça no Estado.

A jornalista era um dos nomes mais respeitados do meio em Pernambuco. Muito além do trabalho de apresentadora na tv e no rádio, Graça era reconhecida como uma porta-voz da população. Encarava a briga e tomava as dores do povo, principalmente dos mais necessitados e injustiçados.

Atleta aficionada pelas corridas e por academia de ginástica, Graça era tida como uma pessoa saudável. A notícia de que haveria passado mal quando realizava um treinamento na academia, pegou a todos de surpresa e causou grande comoção popular. 

Em 08 de setembro de 2018 falecia vítima de uma falência múltipla nos órgãos decorrente de um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Graça recebeu muitos títulos e homenagens em vida. Após sua partida, inspirou a criação da Troça Carnavalesca Mista Pauta Caindo, que a homenageou em seu baile de estreia. Foi homenageada também por várias agremiações e bailes. O Cine PE, que ela apresentou com tanta maestria durante anos, também a homenageou.  Em sua terra natal, Itambé, uma praça está sendo construída com o seu nome. No Recife uma ciclovia também foi batizada de Graça Araújo, que foi escolhida por Lei aprovada na Assembleia Legislativa e já sancionada, como patrona do jornalismo pernambucano.

Todas as homenagens a esta grande mulher serão pouco diante do grande bem que ela fez e do legado que deixou. Para amigos, família e o povo pernambucano, fica a eterna saudade.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook