Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Educação

Secretaria de Educação do Recife inicia formação de professores para aulas digitais

Por: REDAÇÃO PORTAL
Ao longo da semana, os docentes, que terão dedicação exclusiva ao programa de ensino híbrido, participarão de workshops com foco em aulas online.

Foto: Reprodução Internet

27/04/2021
    Compartilhe:

Começou nesta segunda-feira (26), a formação dos professores que vão atuar na Unidade Educacional para Aulas Digitais, da Secretaria de Educação do Recife. Inovadora, a iniciativa unirá tecnologia ao processo de ensino e aprendizagem dos estudantes da Rede do Recife, na perspectiva de fortalecer ainda mais a educação municipal. Ao todo, 45 vagas foram disponibilizadas, distribuídas em Educação Infantil, Ensino Fundamental Anos Iniciais, Ensino Fundamental Anos Finais, Educação Especial e Educação de Jovens e Adultos.

O secretário de Educação do Recife, Fred Amancio destacou que o maior objetivo da formação é se aproximar ainda mais dos estudantes, dentro do contexto que a pandemia impôs para a educação desde o início do ano passado. "Este projeto é um passo muito importante no momento atual. São muitos meses de trabalho e dedicação a esta iniciativa. Muitas áreas da educação estão envolvidas neste projeto que visa dar ao estudante a melhor forma de ensino possível", enfatizou o secretário.

"O ano de 2020 foi um ano de readaptação, especialmente para os que estão no dia a dia da escola. A educação foi afetada no mundo inteiro, e todo o esforço que foi feito no ano passado - dos professores, das equipes da secretaria - de criar material impresso e dar aulas pela tv e pela internet foi muito importante. Tudo foi feito para que os estudantes não perdessem o vínculo com a escola e é muito importante estarmos aqui hoje, neste início de formação, para darmos continuidade no processo de ensino e aprendizagem dos nossos estudantes, mesmo sabendo das limitações que o ensino remoto tem", pontuou Amancio. 

Ao longo da semana, os docentes, que terão dedicação exclusiva ao programa e carga horária ampliada para 270 horas, terão oficinas sobre: planejamento pedagógico; preparação de aulas digitais; uso de recursos educacionais; direitos autorais; roteirização de aulas; inclusão nas aulas digitais; entre outros. A formação vai permitir ainda a vivência e aprendizagem com novas ferramentas pedagógicas de comunicação e estratégia que deverão ser aplicadas no planejamento das aulas.

Dando as boas-vindas aos docentes, Ligia Stocche, secretária executiva de Projetos, Tecnologia e Inovação destacou a importância da capacitação. "Essa semana inteira de formação é um passo super importante para a rede, um passo em direção para ampliar a carga horária de aulas remotas dos nossos alunos, além de conseguirmos garantir um maior acesso para todos e a democratização do ensino. Serão cinco dias de formação. Todos os professores que estão participando foram selecionados via edital, pois o nosso objetivo era entender quais tinham interesse em participar e melhor se encaixavam nas dinâmicas das aulas digitais. Essas aulas vão contemplar os estudantes de todas as etapas de ensino da nossa rede", explicou. 

O programa de ensino híbrido contará também com uma nova plataforma de internet, que permitirá o acesso às aulas digitais; conteúdos pela TV; aplicativos e ferramentas de interação, beneficiando estudantes, professores e demais profissionais da educação. "Estamos em período bem difícil, que fez a gente se reinventar, justamente neste sentido de gravar aula, de trabalhar de uma forma diferenciada. É um desafio, mas eu acredito que o desafio maior é fazer com que os alunos das comunidades, da periferia, tenham acesso a esses meios tecnológicos", avaliou o professor Givanilson Soares, um dos participantes da formação.

"Nós estamos vivendo uma nova etapa e essa formação veio para somar com o pouco que a gente já sabe, diante de já estarmos a mais de ano dentro deste novo sistema de aulas gravadas, pela internet. A formação vem nos ajudar a melhorar essa situação, de chegar a um público maior de alunos. A expectativa são as melhores, de aprendizado mesmo, de poder dizer, eu estou aqui, quero aprender, quero ir mais longe para chegar aos nossos alunos", pontuou a professora Ires Diana, uma das 45 docentes selecionadas.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook